Sobral – 300×100
Seet

Quatro meninas são libertadas de cárcere e maus-tratos em Araguaína; pai está foragido

Redação AF - |
Foto: AF Notícias
As menores eram mantidas em cárcere pelo próprio pai, que está foragido

Quatro menores de idade, sendo uma criança de 8 anos e três adolescentes de 12, 15 e 17 anos, foram libertadas, no Setor Raizal, em Araguaína (TO), após uma denúncia de cárcere e maus-tratos, no dia 23 de junho.

As meninas seriam mantidas em cárcere pelo próprio pai, que tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, e fugiu antes da abordagem da equipe da Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente (Deca), da Polícia Civil (PC). Ele seria o detentor da guarda das filhas, uma vez que a mãe delas, que tem problemas psiquiátricos, reside em Grajaú (MA).

Segundo a delegada responsável pelo caso, Maria Dinesitânia Cunha, as menores viviam em condições precárias e apresentavam diversas marcas de lesões pelo corpo. Elas teriam relatado que o pai as batia com diversos objetos, dentre eles um facão.

Na casa, que não tinha camas, geladeira, pia ou vaso sanitário, as menores viviam sem as menores condições de conforto e higiene. O Conselho Tutelar acompanhou o caso e encaminhou as menores para uma Casa de Acolhimento.

Comentários pelo Facebook: