Seet
Sobral – 300×100

Quatro pessoas são presas acusadas de roubos, furtos e receptação no Pará, Maranhão e Tocantins

Redação AF - - 698 views
Foto: Divulgação
Os três homens e a mulher presos durante a operação

Três homens e uma mulher foram presos na última terça-feira (19) no Tocantins acusados de praticarem furtos, roubos e receptação de produtos  nos Estados do Pará, Maranhão e Tocantins.  A ação foi realizada pelas equipes da polícia civil de Itacajá e Pedro Afonso com apoio do DEIC de Araguaína.

Foram detidos Francisco Canindé Lemos Silva, Domerciano Sousa dos Santos, Luzia Fernandes Lopes e Paulo Sérgio Lemos da Silva, este último sendo apontado como líder do grupo.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Marco Aurélio Barbosa Lima, Paulo Sérgio era conhecido no Estado do Rio Grande do Norte como “Paulo Salada” e foi preso em flagrante em Araguaína pelos crimes de furto qualificado praticado numa loja de roupas na cidade de Pedro Afonso e receptação de outros produtos furtados em um supermercado na cidade de Ananás.

Também foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva contra “Paulo Salada”, sendo um da cidade de Itacajá onde apresentou uma identidade falsa e tentou arrombar uma loja juntamente com sua esposa Indiara Sousa dos Santos no dia 29 de dezembro de 2015, sendo esta presa em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, pois estava com uma pistola calibre 380 escondida dentro de um carro. O outro mandado de prisão contra Paulo foi oriundo da Comarca de Natal (RN) pela prática de diversos furtos em estabelecimentos comerciais naquele Estado.

Foram apreendidos diversos produtos de furtos em quatro locais diferentes utilizados pelo grupo para esconder os objetos, sendo duas casas em Araguaína, uma chácara no município de Wanderlândia e uma adega no centro da cidade de propriedade do líder do grupo, onde estavam sendo comercializadas bebidas e outros produtos furtados de um supermercado em Ananás no dia 03 de dezembro de 2015.

Na Delegacia, Domerciano Sousa dos Santos foi reconhecido por uma vítima pelo roubo ocorrido em outro estabelecimento comercial em Ananás, em 2015.

Francisco Canindé Lemos Silva, Domerciano Sousa dos Santos e Luiza Fernandes Lopes foram autuados por receptação em Wanderlândia, já que estavam guardando e vendendo no comércio produto dos furtos. Francisco Canindé foi autuado também por posse irregular de munição, já que foi encontrada provisão na chácara onde ele morava em Wanderlândia.

Foto: Aglimar Guedes

Foto: Aglimar Guedes

Comentários pelo Facebook: