Sobral – 300×100
Seet

Reitora da Unitins, Elizângela Glória falece durante tratamento contra câncer em São Paulo

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Reitora da Unitins falece em São Paulo

Faleceu na manhã deste sábado (24) a reitora da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Elizângela Glória Cardoso, 36 anos. Ela estava em São Paulo para tratamento de um câncer no intestino, no Hospital do Câncer de Barretos. O comunicado foi feito à imprensa através da assessoria da Unitins.

A reitora da Unitins estava afastada de suas funções na Instituição desde o final do mês de março para tratamento de saúde, mas ontem seu quadro clínico sofreu agravamento e ela não resistiu.

Segundo a assessoria, ainda não há informações sobre o velório e sepultamento. Mais informações serão repassadas à imprensa e à sociedade tão logo a família chegue a Palmas.

Em fevereiro de 2017, a reitora havia retornado à instituição após quatro meses licenciada para tratamento de saúde, mas teve de se ausentar novamente no final de março.  Na época, ela foi recepcionada pelos servidores e relembrou o seu tratamento de saúde. “Tudo na vida é passageiro, o que fica são suas obras. Agradeço muito de ver a presença de Deus nesta instituição. Eu tenho a minha família biológica e essa aqui, Unitins”, enfatizou.

O velório está previsto para acontecer a partir das 20h no auditório da Sede da Universidade, na quadra 108 Sul, em Palmas.

O Governo do Tocantins decretou luto oficial de três dias e a Unitins decretou luto oficial de sete dias em virtude do falecimento da reitora. A Universidade também suspendeu as atividades acadêmicas e administrativas em todas as unidades da Instituição na segunda-feira, 26.

Importantes conquistas para a Unitins ficam como legado da reitora para a sociedade tocantinense. As mais imponentes são a Lei nº 3.124/2016, que transformou a instituição em Universidade Estadual e a inauguração do Câmpus da instituição em Palmas, o Câmpus Graciosa.

Outras conquistas também marcaram o desenvolvimento da Unitins em pouco mais de dois anos de exercício da reitora, como a inauguração de novos postos de trabalho nos Câmpus de Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis. Ela ainda conseguiu junto ao Governo Estadual e apoio dos deputados da Assembleia Legislativa, a estruturação destes Câmpus tanto na parte física, quanto de desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão.

Elizângela ainda contribuiu para alavancar a pesquisa no Estado através da Central Analítica de Pesquisa Agroambiental (Cepam), no Complexo de Ciências Agrárias (CCA), em Palmas, primeira obra inaugurada por ela no cargo de reitora, além de parcerias com órgãos como a Embrapa, Ministério da Agricultura e Seagro.

Histórico

Professora da Unitins desde 2009, Elizângela Glória Cardoso graduou-se em Serviço Social pelo Centro Universitário Luterano de Palmas (Ulbra) em 2005, obteve títulos de especialista de Planejamento em Gestão de Projetos Sociais pela Unitins (2009) e em Gestão das Clínicas nas Regiões de Saúde pelo Instituto Sírio Libanês de Pesquisa (2014).

É também Assistente Social efetiva da Secretaria Estadual de Saúde do Tocantins (Sesau). Na Unitins, já exerceu a função de coordenadora, sendo a primeira professora eleita pelo Colegiado do Curso de Serviço Social na modalidade EAD, para a função. Foi uma das líderes do Movimento Pró-Unitins na luta pela criação de cursos presenciais. Com vasta experiência em Projeto de Extensão, Elizângela atualmente desenvolvia pesquisas na área da Saúde e de Políticas para Crianças e Adolescentes.

A reitora deixa pais, familiares e muitos amigos que conquistou ao longo de sua carreira no Estado do Tocantins.

Após velório no auditório da Universidade, o cortejo seguirá para a residência da família onde haverá momento reservado à família. O enterro está previsto para acontecer no domingo de manhã em Porto Nacional.

Comentários pelo Facebook: