Sobral – 300×100
Seet

Sala vermelha do HRA fica sem médico plantonista e rede de oxigênio pode estar contaminada

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Situação no Hospital Regional de Araguaína (HRA) está crítica.

A sala vermelha do Hospital Regional de Araguaína (HRA), onde ficam os pacientes com estado crítico de saúde, ficou sem médico plantonista nesta quarta-feira (06/04). Após a denúncia, feita por uma servidora, o AF Notícias fez contato na unidade e confirmou a informação. Sem médico, os pacientes ficaram sob os cuidados apenas do enfermeiros e técnicos.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou que a médica plantonista que estava na escala da sala vermelha apresentou, pela manhã, um atestado médico e a direção da unidade não conseguiu de imediato um plantonista substituto, por isso a sala esteve o dia sem especialista exclusivo.

Ainda conforme a Sesau, apesar disso, nenhum paciente ficou sem a assistência necessária, uma vez que sempre que preciso os médicos de outras escalas foram acionados para o atendimento.

“Para os próximos plantões em que a médica afastada por tratamento de saúde ficará fora da unidade, já foram preenchidos com outros profissionais plantonistas”, informou a nota.

Sem material para prevenção de infecção hospitalar

Foto: Divulgação
Situação caótica da Sala Vermelha do HRA já foi denunciada pela imprensa.

Nesta semana, o Ministério Público Estadual também denunciou que o Regional de Araguaína está sem frascos de aspiração de secreção, material usado no controle de infecção hospitalar. Para piorar, na sala vermelha, esse material está sendo compartilhado entre os pacientes.

Já nas alas assistenciais, a aspiração, quando necessária, está sendo realizada mediante conexão do vácuo, diretamente da rede de O2 (oxigênio), por falta de material, contaminando toda a rede hospitalar, situação ainda mais grave.

Comentários pelo Facebook: