Secretaria da Saúde do Tocantins diz que hospitais estão abastecidos e tranquiliza população

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação SES
Secretário Renato Jayme convoco a reunião e tranquilizou a populalçao

Nesse domingo (27), o Secretário de Estado da Saúde do Tocantins, Renato Jayme, convocou os superintendentes da pasta para uma avaliação da atual situação nas unidades hospitalares da rede estadual e os possíveis impactos da greve nacional dos caminhoneiros na continuidade dos serviços e atendimentos prestados.

De acordo com a equipe técnica, a situação geral está sob controle e nenhum serviço deixou de ser prestado até o momento. Os hospitais estão abastecidos de medicamentos e insumos, dentro da programação regular, para os próximos 15 dias, e os hemocomponentes também estão regulados atendendo a prioridades hemoterapias.

Todas as cirurgias de emergência estão garantidas e as cirurgias eletivas estão sendo realizadas dentro do cronograma do sistema de regulação, inclusive o mutirão Opera Tocantins.

O abastecimento das ambulâncias, que atendem as unidades hospitalares da rede estadual na região central e sul, está normalizado. Para atender as regiões Sudeste, Sudoeste e do Bico do Papagaio a unidade de transporte da SES enviou, neste domingo, combustível extra para garantir o abastecimento das ambulâncias pelos próximos dias.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) está monitorando também os carregamentos dos fornecedores de medicamentos e insumos essenciais, previstos para serem entregues na próxima semana. Caso seja necessário, a secretaria solicitará apoio da Policia Militar para acompanhamento dos veículos até a unidade do Estoque Regulador.

Os veículos tanques que transportam gases medicinais estão com o tráfego liberado nas rodovias, mantendo assim regular o abastecimento dos produtos nos hospitais.

O secretário informou ainda que a SES faz um apelo aos servidores da saúde para que adotem sistemas alternativos para a rotina do trabalho nesse momento de insuficiência no fornecimento de combustíveis no país, e com objetivo de garantir o atendimento ao público.

Pedimos aos servidores que alinhem entre os colegas um plano de ‘carona solidária’ para economizar combustível. Estaremos ainda disponibilizando veículos extras para o HGP, Hospital Infantil e o Hospital Dona Regina atender ao transporte dos servidores que não consigam atendimento pelo sistema publico de transporte”.

Comentários pelo Facebook: