Secretária é investigada por ignorar todas as convocações da Câmara de Riachinho

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Secretária Nilzene Alves Costa

O Ministério Público Estadual instaurou um inquérito para investigar a conduta da Secretária Municipal de Agricultura de Riachinho (TO), Nilzene Alves Costa.

O motivo é que ela foi convocada cerca de três vezes para prestar esclarecimentos na Câmara de Vereadores do município, mas não compareceu em nenhuma delas e nem justificou a ausência. O caso pode se configurar como ato de improbidade administrativa .

Duas das ausências ocorreram no ano de 2017 e a outra já foi em 2018. Os vereadores querem explicações da secretária sobre suas atribuições à frente da pasta que ocupa, mais especificamente sobre o Plano Safra do município.

As faltas injustificadas às sessões para as quais foi convocada irritaram os vereadores.

Segundo o MPE, a Lei Orgânica do Município de Riachinho confere ao vereador a atribuição de convocar um secretário municipal para prestar esclarecimentos sobre matéria de sua competência.

O órgão expediu notificação à Nilzene Alves, que deve se manifestar no prazo de 10 dias. O inquérito foi publicado no Diário Oficial do MPE desta quarta-feira (11) e assinado pelo promotor de justiça Celsimar Custódio Silva.

Comentários pelo Facebook: