‘Segredo é treinar e ler muito’, diz estudante que obteve 960 pontos na redação do ENEM

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Jovem Vitória Matos Galdino

Muitos estudantes temem a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mas a jovem araguainense Vitória Matos Galdino Moreira Costa sabe o segredo para redigir um bom texto: “muita leitura”. A estudante obteve 960 pontos no Enem 2017. A nota máxima é 1.000 pontos.

Vitória reconhece sobretudo a contribuição significativa dos professores do Colégio Olimpo, onde ela concluiu o ensino médio. “Tínhamos professores muito bons, de excelência. A professora Andreia sempre esteve do meu lado, tirando minhas duvidas e corrigindo meus textos. Em tudo na vida precisamos de alguém do nosso lado”, ressaltou.

Por se destacar em redação, Vitória conta que sempre ajudou os colegas desde a primeira série do ensino médio. “No primeiro ano do ensino médio eu já ajudava meus colegas com a redação. E no decorrer do tempo fui melhorando e agora eu bati na trave, quase fechei com 1.000 pontos”, afirmou.

Apesar de já ter concluído o ensino médio, Vitória disse que fez o Enem 2017 apenas para ‘treinar e testar’ seu conhecimento.  Ela não se inscreveu no Sisu – Sistema de Seleção Unificado, e fará novamente o exame neste ano em busca de uma nota ainda melhor. O desejo dela é cursar medicina.

SEGREDO DO SUCESSO

Vitória Matos deu algumas dicas para quem deseja alcançar uma boa nota na redação do Enem. “O segredo é só treinar mesmo, tem que treinar, ler, ler muito. Quanto mais leitura, mais rico será o seu vocabulário”, pontuou.

A jovem também leu várias redações de estudantes que obtiveram 1.000 pontos em edições anteriores do Enem, além de fazer constantes pesquisas de dados históricos e atualidades. “Palavras bonitas deixam o texto mais rico em conteúdo. É preciso conhecer também a estrutura da redação e saber finalizar o raciocínio”, acrescentou.

Segundo a jovem, treinamento é essencial. “Tem que treinar, sem treinamento você não consegue”, finalizou.

Comentários pelo Facebook: