Seet
Sobral – 300×100

Sem consenso entre Jorge e Valderez, candidato do governo segue indefinido; Marcelo “lava as mãos”

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Deputados ainda não definiram nome do governo em Araguaína

Faltando apenas uma semana para terminar o prazo das convenções eleitorais (em 5 de agosto), permanece indefinido o nome do candidato do Palácio Araguaia ao Executivo da segunda maior cidade do Estado. O motivo é que, segundo fontes, os deputados estaduais Jorge Frederico (PSC) e Valderez Castelo Branco (PP), ambos da base do governo, ainda não chegaram a um consenso.

Lideranças consultadas pela reportagem afirmaram que tudo caminha para a consolidação do nome da ex-prefeita Valderez – que é a líder do governo na Assembleia, contudo, Jorge Frederico estaria muito resistente. O parlamentar estaria inclusive cogitando entrar na disputa “de qualquer maneira”, mesmo que dividisse a base aliada do governador Marcelo Miranda (PMDB).

Por sua vez, o governador afirmou aos aliados que não vai interferir na definição do candidato em Araguaína. Vários seriam os motivos: os inúmeros problemas (de gestão) que já tem para resolver, além do elevado grau de rejeição que o governo vem enfrentando na cidade com a onda de criminalidade e crise na saúde.

Ainda conforme aliados, a falta de consenso entre Jorge e Valderez, ou até mesmo uma dupla candidatura na base do governo, pode enfraquecer a representatividade do Palácio em Araguaína nas eleições 2016 e facilitar a vitória dos outros grupos. Segundo a fonte, o atual prefeito Ronaldo Dimas (PR) seria o maior beneficiário dessa divisão.

A definição só deve sair no próximo dia 5 de agosto, último dia do prazo definido pela justiça eleitoral.

Comentários pelo Facebook: