Seet
Sobral – 300×100

SENAR capacita profissionais sobre a importância da vacinação contra brucelose no município de Dueré

Redação AF - |
Foto: Divulgação
A vacina contra brucelose é dividida em duas etapas, sendo uma em cada semestre do ano e é aplicada em bezerras com idade entre três e oito meses.

Realizar vacinação contra brucelose foi o foco do Curso Manejo e Aplicação de Vacina Contra Brucelose, o SENAR/TO, finalizou na sexta-feira (31), no município de Dueré (TO) o treinamento para 15 alunos. Os participantes receberam orientações sobre o sistema de defesa sanitária animal; informações sobre as doenças e os sinais clínicos nos bovinos, suínos, equinos e aves; métodos para aplicação de vacinas e formas de acondicionamento. A realização do curso foi uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, (SENAR) e a Agência de Defesa Agropecuária (ADAPEC).

O treinamento foi uma solicitação do Sindicato Rural de Dueré, presidido pela Presidente, Ozenira Caldeira Marques que disse estar muito satisfeita com esta realização. “É uma grande conquista para nós, os alunos deste curso sairão capacitados com conhecimentos técnicos e qualidade nas atividades do meio rural. “Destacou a presidente.

Orientação sobre a vacina:

A vacina contra brucelose é dividida em duas etapas, sendo uma em cada semestre do ano e é aplicada em bezerras com idade entre três e oito meses. Para comprovar a vacina é importante que o produtor faça a marcação V7 na face esquerda do animal imunizado. O “V” significa vacinação de brucelose e o número 7 indica o último dígito do ano em que foi aplicada a vacina, no caso 2017.

“O produtor rural é obrigado a declarar a vacinação contra a brucelose a cada semestre”, explicou a instrutora do Curso Vera Márcia dos Santos, na oportunidade ela também alertou a todos que a falta da vacinação ou a falta da declaração impede o produtor rural de obter o GTA – Guia de Transporte Animal.

Comentários pelo Facebook: