Sobral – 300×100
Seet

Servidor da Umanizzare é preso por suspeita de vender celulares e drogas a internos do presídio Barra da Grota

Mara Santos -
Objetos apreendidos em poder do servidor. Foto: AF Notícias
Objetos apreendidos em poder do servidor. Foto: AF Notícias

Agentes da Delegacia Especializada em Investigação Criminal (Deic) em parceria com a direção da Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, prenderam, na tarde da última terça-feira (17/05), um servidor da Umanizzare Gestão Prisional, suspeito de comercializar objetos, como celulares e drogas, com os internos da unidade.

Na residência do suspeito, Ademilson Corneglian Celestino, de 58 anos, foram encontrados diversos fones de ouvido, carregadores de celulares e ferramentas que seriam levadas por ele para o interior do presídio.

Foto: AF Notícias
Servidor preso com objetos suspeitos no Barra da Grota.

O servidor é ex-presidiário e tem em sua ficha criminal cinco condenações, sendo quatro por furto qualificado e uma por receptação.

Ele foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde deve permanecer à disposição da Justiça.

Comentários pelo Facebook: