Servidora pública do Estado é uma das vítimas do acidente com ônibus da Real Maia

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Vítimas foram encaminhadas ao Hospital Regional de Dianópolis

A servidora pública do Tocantins, Dilma Raimundo de Sousa Silva, está entre as sete vítimas fatais do acidente envolvendo um ônibus da empresa Real Maia, no início da madrugada deste domingo (28). A tragédia ocorreu na TO-040, entre Novo Jardim e Dianópolis, no sul do Tocantins.

Dilma trabalhava no Banco do Empreendedor do Tocantins (Bem), em Palmas.

“Tivemos o privilégio de ter grande parte de sua vida compartilhada conosco, nestes cerca de 20 anos de convivência. Anos estes, marcados pela alegria e um sorriso sempre presente”, disse a instituição em nota ao lamentar a morte da servidora.

Dilma deixa o filho Guilherme, de 13 anos, e o esposo Wanderley. Seu corpo será velado e enterrado no Estado da Bahia, de onde vinha quando sofreu o acidente, onde tem laços familiares, e onde está sepultado o corpo de sua mãe.

“Neste momento de profunda dor, confortamo-nos uns aos outros, apegados às boas lembranças que ficarão de Dilma, e rogamos ao Pai maior que traga o consolo que somente Ele pode trazer a amigos e familiares”, finaliza a nota do Banco do Empreendedor.

VEJA MAIS INFORMAÇÕES…

Acidente com ônibus da Real Maia deixa 7 mortos e vários feridos no sul do Tocantins

Comentários pelo Facebook: