Sobral – 300×100
Seet

Servidores da enfermagem estão sem receber férias a mando de prefeito, diz Seet

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
A denúncia foi feita pelo próprio Seet

Servidores da enfermagem estariam sem receber férias a mando da prefeitura de Palmas. A denúncia foi feita por Claudean Pereira Lima, presidente do sindicato da categoria, o Seet. Ele manifestou apoio aos servidores e deu orientações.

Segundo o sindicato, apesar de não ter oficializado a conduta, a gestão municipal vem orientando o departamento de Recursos Humanos de todas as secretarias a não concederem as férias dos servidores. No início de cada ano, os profissionais fazem o sorteio do mês de concessão das férias, e se organizam para desfrutar do merecido descanso.

Com a medida, os profissionais de enfermagem estão sendo prejudicados, porque muitos já compraram passagens, fizeram reservas e estão sendo obrigados a cancelar os seus compromissos. “Não podemos aceitar tal medida que vem de forma unilateral suspender um direito constitucional que visa o bem-estar e a manutenção da saúde física e mental de todos os trabalhadores independente do vínculo empregatício“, disse o presidente.

Aos que já assinaram suas férias, a recomendação do Seet é que desfrutem do direito, pois neste caso, a gestão só pode se negar a conceder caso suspenda oficialmente as férias do referido servidor através de portaria publicada no Diário Oficial. “Caso esse direito não seja respeitado, os profissionais da enfermagem deverão procurar a sede administrativa do Seet em Palmas para que possamos tomar as devidas providências e, assim, garantir o direito do profissional”, recomendou Claudean Pereira.

O sindicato ainda ressaltou que já oficializou a prefeitura de Palmas quanto à não concessão das férias, solicitou esclarecimentos e recomendou que a conduta fosse revista. “Como não há nenhum documento oficializando a medida tomada pela gestão, o Seet se encontra impossibilitado de tomar medidas judiciais para garantir o referido direito“, pontuou. O Seet finalizou afirmando que não ficará parado frente à conduta da gestão.

Comentários pelo Facebook: