Seet
Sobral – 300×100

Servidores de oito cidades do Tocantins decidem encerrar greve; Palmas e Araguaína continuam movimento paredista

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação/Sisepe
Os servidores do Quadro Geral de Palmas e Araguaína continuam greve

Os servidores públicos estaduais do Quadro Geral se reuniram, na manhã desta quinta-feira (03/11), para avaliar a atual conjuntura do movimento grevista, conforme deliberação do Movimento de União dos Servidores Públicos Civis e Militares do Estado do Tocantins (MUSME-TO).

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) convocou Assembleias Gerais nas seguintes cidades: Palmas, Gurupi, Araguaína, Tocantinópolis, Augustinópolis, Araguatins, Dianópolis, Guaraí, Pedro Afonso e Taguatinga.

Após avaliarem o momento atual da greve e a proposta feita pelo Governo do Estado, a maioria dos servidores presentes nas Assembleias Gerais de Palmas e Araguaína decidiu pela continuidade da greve. Todas as outras cidades votaram pelo encerramento do movimento paredista. Nessas cidades, os servidores retornarão ao trabalho a partir da próxima segunda-feira (07/10).

Em Palmas, também foi deliberado que na próxima terça-feira (08/10), a concentração será em frente à Secretaria da Administração (SECAD), na Praça dos Girassóis.

Caminhada

Na capital, os sindicatos integrantes do MUSME-TO também realizaram um Ato Público pela Avenida JK, no qual os grevistas protestaram mais uma vez. Eles reivindicam o pagamento dos retroativos da data-base 2015, o índice de 9,8307% referente à data-base 2016, além dos retroativos de 2016 gerados de maio até o mês de pagamento.

O ato iniciou às 8 horas, saindo em frente ao Colégio São Francisco de Assis e terminou em frente ao Palácio Araguaia. (Ascom/ Sisepe)

Comentários pelo Facebook: