Seet
Sobral – 300×100

Servidores do Detran de Araguaína denunciam farra de diárias enquanto ‘não tem um prato de comida no HRA’

Redação AF - |
Foto: AF Notícias
Veículos são deslocados de Palmas para Araguaína para alguns servidores, tudo por conta do Estado.

Servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), lotados em Araguaína, estão revoltados com a suposta ‘farra de diárias’ instalada no órgão. Segundo uma denúncia, foram aproximadamente R$ 390 mil apenas no mês de junho deste ano. O denunciante contou que as diárias são pagas pelo deslocamento de servidores para realização de bancas examinadoras, que quase sempre são as mesmas pessoas.

O servidor, que preferiu não se identificar, afirmou que em Araguaína há 16 examinadores, contudo, toda semana vem da Capital dois carros com outros examinadores, sendo cerca de 3 numa Van, que tem capacidade para 10 pessoas, e 2 em um veículo Fiat Pálio.  “Não tem um prato de comida no Hospital Regional, não tem condições de pagar a data-base do servidor, mas tem dinheiro para pagar diárias e aluguel de carros”, desabafa o servidor.

Outro fato que chama a atenção é que seriam sempre os mesmos servidores “privilegiados” com diárias. Alguns chegam a receber 20 diárias por mês, mais do que o própria remuneração. “No ano passado eu presenciei uma discussão entre dois servidores, porque um havia viajado mais do que o outro”, relatou.

Essa semana se deslocaram três veículos de Palmas para Araguaína: uma Van com 4 servidores e dois carros de passeio, com 2 e 3 pessoas, respectivamente. “A Van cabe 10 pessoas. É uma pouca vergonha. Precisamos acabar com essa farra. Não tem o que justificar”, afirmou o servidor do Detran.

IMG-20160803-WA0005

Ainda de acordo com a denúncia, até o mês passado, haviam 76 militares cedidos ao Detran, quando poderiam estar reforçando a segurança nas ruas.

Em consulta ao Portal da Transparência, estão empenhados para pagamento mais de R$ 607 mil em diárias, já tendo sido pago outros R$ 487 mil, totalizando aproximadamente R$ 1,1 milhão.

Comentários pelo Facebook: