Seis pessoas da mesma família são presas acusadas de tráfico de drogas no TO e PA

Agnaldo Araujo - |
Foto: AF Notícias
Suspeitos presos

Sete suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas em Xambioá foram presos na manhã desta sexta-feira (08), durante cumprimento de mandados de busca e apreensão. Eles também são acusados de associação ao tráfico e posse ilegal de arma de fogo.

As prisões ocorreram no âmbito da operação Despertar, que durou cerca de dois meses. A ação desta sexta contou com a participação da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), delegacia regional de Araguaína, delegacia de Xambioá, e inteligência da Polícia Civil.

Seis dos sete presos são da mesma família. Ao todo, foram presos seis homens e uma mulher. Eles estavam em suas respectivas residências em Xambioá quando foram detidos. Com os criminosos, foram encontradas um revólver calibre 38, balança de precisão, maconha, celulares, pedras de crack, R$ 6 mil oriundo do tráfico, animais silvestres abatidos e pássaros.

Os presos foram identificados como Wemerson Pereira de Sousa, Edinê Pereira de Sousa,
Francisco das Chagas Nascimento (marido de Edinê), Davi Júnior Pereira de Sousa (filho de Edinê), Antônio Carlos Pereira da Silva (tio), Dalvan Pereira de Sousa (filho de um dos componentes do grupo e apontado como chefe do tráfico), e Leomar Cavalcante de Deus (amigo da família).

Após serem presos, os envolvidos foram apresentados na delegacia em Araguaína. O delegado da Denarc, Emerson Francisco informou que a principal atuação do grupo é o tráfico de drogas. “O forte deles é o tráfico, mas alguns deles já têm passagem pela polícia por outros crimes”, disse.

O delegado Emerson Francisco afirmou que as investigações apontaram que os suspeitos também movimentavam o tráfico de drogas em São Geraldo do Araguaia, no Pará. Já o delegado de Polícia Civil de Xambioá, Breno Alves, disse que eles atuavam apenas em Xambioá. 

Matéria atualizada às 15h25

Foto: AF Notícias
Materiais apreendidos com o grupo criminoso
Foto: AF Notícias
Os suspeitos foram apresentados na delegacia de Araguaína

 

Comentários pelo Facebook: