Sobral – 300×100
Seet

Sinpol critica ação de militares contra delegado: ‘atitude de despreparo’, afirma

Redação AF - |
Foto: AF Notícias
Momento em que os policiais atiram contra o carro do delegado.

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol) divulgou nota à imprensa criticando a ação dos policiais militares que balearam um delegado com três tiros de fuzil, na manhã deste sábado (28) em Guaraí, na região central do Estado.

“Não podemos deixar que atitudes de despreparo como a evidenciada no presente fato, vitimem mais pessoas de bem, sejam estas policiais ou não”, disse Ubiratan Rebello, presidente do Sinpol.

Em nota, o sindicato manifestou “inteiro apoio” ao delegado Marivan da Silva Souza e disse que cobrará “medidas enérgicas” por parte do Governo do Estado e dos comandos da SSP e PM para apurar o caso.

Um vídeo mostra que os militares que efetuaram os disparos estavam em uma viatura (L200) da PM sem nenhuma identificação, tanto no veículo quanto nas vestimentas.

Já o delegado estava numa camionete SW4 e teria sido confundido com os assaltantes de um carro-forte, que usavam veículo da mesma marca e modelo, mas que foi incendiado após o roubo.

O presidente do Sinpol, Ubiratan Rebelo encontra-se em Guaraí, acompanhando de perto o andamento das investigações iniciais. Além dele, o secretário de Segurança Pública, César Simoni, e o Comandante Geral da PM, Coronel Glauber, também se deslocaram para o local da ocorrência.

O local do fato é uma avenida comercial que margeia a BR-153. A cena foi periciada e o delegado responsável pelas investigações já está de posse das filmagens dos estabelecimentos que ficam nas proximidades. Testemunhas também já foram ouvidas.

A SSP e a Polícia Militar instauraram procedimentos próprios para investigar a ação.

VEJA VÍDEO DO MOMENTO

Comentários pelo Facebook: