Sobral – 300×100
Seet

Sisepe classifica como ‘inúteis’ viagens do Governo ao exterior; gastos somam R$ 569 mil

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Diárias e passagens aéreas pagas com dinheiro público

O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Sisepe) divulgou nota de repúdio aos gastos do Governo do Estado com viagens internacionais, pagas com o dinheiro público. Conforme o Sisepe, diversas viagens  já foram feitas e outras estão programadas para setembro de 2017.

De janeiro a agosto deste ano, os gastos nessa modalidade chegam a R$ 569 mil, segundo levantamento do Jornal do Tocantins. Para o sindicato, além de custar caro para os bolsos do cidadão, essas viagens “são inúteis, pois não trarão nenhum desenvolvimento comprovado para o Estado”.

É uma contradição. O Governo diz que não tem dinheiro para pagar os direitos dos servidores públicos, faz contingenciamento de despesas e anuncia que vai fechar o ano no vermelho, mas tem dinheiro para fazer viagens internacionais pagas com dinheiro dos cofres públicos”, pontuou o sindicato.

Para o Sisepe, o governador Marcelo Miranda está fazendo apenas ‘uma excursão internacional com seus aliados’, enquanto muitos servidores públicos mal conseguem pagar o passe do transporte coletivo para chegar até o trabalho com o salário defasado’. Ainda para o sindicato, isso só mostra quais são as prioridades do Governo, que ‘abandonou o servidor público para priorizar os interesses de aliados políticos’.

“Enquanto o governador, sua vice e suas comitivas oficiais viajam de avião e se hospedam em hotéis de luxo, os servidores públicos esperam há anos para receber progressões atrasadas e os 25%. Sem falar da data-base de 2017 que ainda não foi paga. Se tem dinheiro para bancar viagens internacionais, por que não paga os direitos adquiridos pelos servidores públicos?”, questionou o Sisepe.

O Sisepe garantiu que vai continuar denunciando e pontuou que o Governo não honra seu deveres com os servidores porque a prioridade são as viagens ao exterior. “Vamos denunciar toda a imoralidade que acontece no Palácio Araguaia”, frisou.

Viagem ao Japão e Indonésia

De 15 a 28 de setembro de 2017 está prevista uma viagem do governador Marcelo Miranda ao Japão. A caravana dele é composta pelo senador Vicentinho Alves (PR), deputada e primeira-dama Dulce Miranda (PMDB) e outros. Todos os gastos devem ser custeados pelo Estado, com dinheiro público

Quem também viaja quase na mesma data é a vice-governadora, Cláudia Lelis, que vai para a Indonésia.Quem a acompanha é Luzimeire Ribeiro de Moura Carreira, secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Leia mais…

Caravana de Marcelo Miranda vai ao Japão e vice-governadora à Indonésia por conta do Estado

Comentários pelo Facebook: