Seet
Sobral – 300×100

SSP finaliza curso de formação para 255 novos profissionais que atuarão na Polícia Civil do Tocantins

Agnaldo Araujo -
Fotos: Elizeu Oliveira
A cerimônia ocorreu no sábado, 29

Em evento solene, realizado na noite deste sábado (29/10), no Palácio Araguaia, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria da Segurança Pública (SSP), formou 225 novos profissionais que atuarão na Polícia Civil (PC) do Estado. Os candidatos aprovados no concurso da PC, para os cargos de Delegado de Polícia, Médico Legista e Perito Criminal, concluíram o curso de formação profissional que durou 45 dias.

A cerimônia contou com a presença do governador Marcelo Miranda, autoridades da SSP e convidados. O secretário da Segurança Pública, Cesar Simoni, ressaltou o quanto esses novos profissionais irão contribuir para o efetivo da Polícia Civil no Estado. “Esses novos profissionais trabalhando em prol do Estado e do povo, significa o dobro de atividades da Polícia Civil no combate ao crime”, completou Simoni.

Marcelo Miranda, parabenizou os novos policiais civis e destacou o empenho da atual gestão em superar os obstáculos financeiros para dar continuidade ao concurso. “Temos a certeza que preparamos homens e mulheres para prestarem um serviço de qualidade aos tocantinenses” afirmou o governador.

Sobre o Curso de Formação

Os cursos tiveram início no dia 12 de setembro e foram realizados em 45 dias em regime intensivo de semi-internato, com aulas presenciais e por meio da Educação a Distância (EaD). Nessa etapa, foram capacitados 13 Médicos Legistas, 81 Peritos Criminais e 131 Delegados de Polícia.

Segundo o diretor da Academia de Polícia do Tocantins (Acadepol), Marcelo Falcão, o curso foi bastante intenso, com aulas 100% voltadas à atividade de polícia judiciária com foco no atendimento de excelência ao cidadão. “Muitos alunos que já tinham feito o curso de formação em outros estados enfatizaram que o Tocantins teve um diferencial, com material moderno e de ponta, voltado a uma formação de qualidade”, completou.

O aluno Bruno Monteiro, aprovado no cargo de Delegado de Polícia, destacou a qualidade do curso de formação do Tocantins. “Tivemos um curso bastante organizado, com profissionais altamente qualificados. Mesmo diante das dificuldades financeiras do Estado e do país, eles conseguiram realizar uma academia de qualidade”, afirmou.

O concurso

O edital do concurso da Polícia Civil foi publicado em 2014 e retomado no governo Marcelo Miranda. Foram oferecidas 515 vagas para provimento nos cargos de Delegado, Agente de Polícia, Escrivão de Polícia, Papiloscopista, Agente de Necrotomia, Médico Legista e Perito Criminal.

Uma nova etapa de formação está prevista para os cargos de agente de polícia, escrivão de polícia, papiloscopista e agente de necrotomia.

Comentários pelo Facebook: