Seet
Sobral – 300×100

SSP-TO inicia curso de formação para agentes e escrivães da Polícia Civil

Agnaldo Araujo -
Fotos: Dennis Tavares
Os aprovados em frente ao Palácio Araguaia em Palmas

Teve início na manhã desta segunda-feira (07/11), em Palmas, o curso de formação profissional do concurso da Polícia Civil do Tocantins para os aprovados nos cargos de agente de polícia, escrivão de polícia, agente de necrotomia e papiloscopista.  Esta faz parte da segunda etapa do certame, que oferece 299 vagas para os referidos cargos.

A aula inaugural aconteceu no auditório do Palácio Araguaia, na Praça dos Girassóis, e contou com a presença do secretário da Segurança Pública, Cesar Roberto Simoni e demais autoridades ligadas à área da segurança pública estadual. Além da abertura oficial do curso, os alunos participaram de uma palestra com o professor Iranilson Mota, que abordou o tema “Motivação e Sucesso”.

De acordo com o diretor da Academia de Polícia Civil do Tocantins (Acadepol) delegado Marcelo Falcão, assim como no curso de formação para delegados, médicos legistas e peritos criminais, que foi concluído no final de outubro, o curso de formação para esta nova turma ocorrerá em 45 dias no regime semi-internato, com aulas no período integral, em seis dias por semana, além de disciplinas que serão ofertadas por meio da Educação a Distancia (EaD).

“O curso de formação que contemplava os aprovados no concurso para Delegado, Médico Legista e Perito Criminal foi um sucesso, elogiado pelos discentes e profissionais que participaram daquela etapa. Esperamos que, com esses novos alunos, tenhamos o mesmo resultado positivo”, afirmou o delegado.

Para o secretário da Segurança Pública, Cesar Roberto Simoni, a aula inaugural marca o início de uma retomada, por parte do Governo do Estado, para o preenchimento de vagas ociosas no quadro da Polícia Civil do Tocantins. “Com a retomada desta etapa do concurso, e posteriormente a nomeação e posse dos aprovados, iremos prestar aos cidadãos tocantinenses um melhor serviço e atendimento nas áreas da segurança pública”, completou o secretário.

O aluno Joventino Pereira da Costa Júnior, aprovado no cargo de Escrivão de Polícia, contou que as expectativas para o curso de formação são as melhores. “Depois da longa espera, esperamos conseguir absorver o conteúdo que será ministrado e finalizar este certame da melhor forma possível, para logo após conseguirmos ser nomeados” comentou.

Apesar de o concurso oferecer um total de 299 vagas para provimento imediato e formação de cadastro reserva – sendo 49 para agente de polícia, 27 para agente de necrotomia, 210 para escrivão de polícia e 13 papiloscopista – apenas 263 aprovados irão continuar o certame – sendo 31 de agente de polícia, 27 de agente de necrotomia, 172 nos cargos de sscrivão de polícia e 13 de papiloscopista – com a realização do curso de formação profissional que tem caráter eliminatório e classificatório.

Comentários pelo Facebook: