Sobral – 300×100
Seet

Suspeito de envolvimento na morte de sargento da PM morre em troca de tiros com Força Tática

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Suspeito foi identificado como Paulo Josias de Moura, com passagens por roubo.

Um dos suspeitos de participar do assalto que resultou na morte do sargento Jandres Alves Bezerra, morreu em troca de tiros com a Força Tática da Polícia Militar na Rua Casimiro de Abreu, no Bairro JK em Araguaína, logo após praticar o crime no centro da cidade. O homem foi identificado como Paulo Josias de Moura, também conhecido como ‘Paulinho’, de 32 anos. O comparsa continua foragido.

Paulo já cumpriu pena no Presídio Barra da Grota pelos crimes de roubo qualificado e associação criminosa. Na sua ficha criminal consta a profissão como “desocupado”.

Segundo informações apuradas, a polícia, através do Serviço de Inteligência, conseguiu pistas de que o assaltante foi baleado pelo sargento no local do crime e teria se escondido dentro de uma casa no bairro JK.

Segundo a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros também teria recebido um chamado para atender uma pessoa baleada.

Foto: Divulgação
Arma que estava com o suspeito.

Ao chegar no local, a polícia cercou a residência e foi recebida a tiros. O suspeito foi atingido e morreu dentro da residência. Ele estava com um revólver cal. 38. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local para prestar socorro.

O homem é suspeito de ser um dos autores do assalto ao estabelecimento comercial American Express, correspondente do Banco do Brasil, que fica ao lado da Defensoria Pública Estadual, na Rua Ademar Vicente Ferreira, no centro de Araguaína. O crime ocorreu por volta das 16 horas desta sexta-feira (12) e deixou outras duas pessoas feridas.

Ao perceber a ação criminosa, o sargento Jandres Alves Bezerra, de 43 anos, teria reagido e foi alvejado com vários disparos. Ele é irmão do tenente Welligton e trabalhava na Polícia Militar Ambiental. O corpo do militar ficou caído na calçada do estabelecimento, ao lado de uma pistola.

Jandres entrou na Polícia Militar em 1994, casado, pai de quatro filhos e três netos.

Veja mais…

Tiroteio durante assalto a correspondente bancário deixa policial morto e pessoas feridas em Araguaína

Comentários pelo Facebook: