Suspeito de tráfico ameaça matar delegado esquartejado e espalhar pedaços na cidade

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Bilhete deixado pelo detento com as ameaças

Um jovem de 21 anos foi preso em Tocantinópolis, norte do Estado, suspeito de deixar um bilhete em frente à Cadeia Pública com ameaças de morte contra o delegado regional de Polícia Civil da cidade, Tiago Daniel de Moraes. O rapaz foi identificado nessa sexta-feira (23) pelo próprio delegado após trabalho investigativo.

Conforme as imagens do circuito de monitoramento da cadeia, o bilhete foi jogado pela janela da sala de aula instalada na própria unidade prisional, por volta de 18h20 do dia anterior (22/02), enquanto estava sendo ministrada uma aula de filosofia para um grupo de detentos.

No bilhete, o detento diz: “Dr. Tiago vai morrer esquartejado e vou espalhar os pedaços dele em toda a cidade porque ele é vacilão”, diz um trecho.

A partir dessas informações, a Polícia Civil chegou ao autor do bilhete, sendo identificado como André Luiz Resplandes dos Santos, vulgo ‘Caçula’. Ele já estava preso desde o 26 de janeiro deste ano pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico, durante a Operação Famílias Unidas, que resultou na prisão mais de 20 pessoas em Tocantinópolis.

O suspeito de tráfico foi ouvido e confessou que escreveu o referido bilhete durante a aula de filosofia e jogou pela janela, porque estava revoltado por estar preso, mas que estava arrependido e que não tinha nenhuma intenção de fazer o que havia escrito. Ele ainda disse que não tinha nada contra o Delegado e pediu desculpas.

André Luiz foi autuado em flagrante pela prática dos crimes de ameaça e injúria e voltou para a Cadeia Pública de Tocantinópolis, onde está a disposição da Justiça.

Foto: Divulgação
Autor do bilhete foi identificado e autuado pelo crime de ameaça

Comentários pelo Facebook: