Sobral – 300×100
Seet

TCE determina inspeção no contrato das obras da Via Lago em Araguaína; Dimas diz que vistoria é “positiva”

Redação AF - | - 512 views
Foto: Divulgação
Obra do furuto cartão postal de Araguaína está orçada em R$ 16,8 milhões

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE) determinou a realização de inspeção in loco para apurar possíveis irregularidades no procedimento para consecução da obra de construção da Via Lago, em Araguaína (TO). A decisão foi publicada no Boletim Oficial do TCE do último dia 6 de setembro.

O pedido de inspeção foi feito pelo a pedido do conselheiro André Luiz de Matos Gonçalves, devido comunicado de supostas irregularidades. Segundo a Resolução 314/2016, entre os pontos a serem investigados, os técnicos do TCE vão averiguar a formalidade do processo licitatório da obra, especialmente os projetos básicos e executivo, bem como a execução contratual, inclusive se as medições e pagamentos condizem com a respectiva execução da obra.

Orçada em R$ 16,8 milhões, com recursos do governo federal e contrapartida municipal, as obras foram iniciadas pelo Município em outubro de 2014. A Via Lago terá 1,56 km de extensão, começando no fim da Marginal Neblina (no cruzamento com a Avenida Filadélfia) seguindo até os setores Lago Azul, Cidade Nova e Nova Morada. No final da avenida, será construída a ponte, cujo contrato foi assinado em outubro de 2015.

Nota da Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Araguaína afirmou que todo o processo da obra da Via Lago ocorreu com lisura e de acordo com as normas técnicas necessárias. A nota diz ainda que a visita dos técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE) é necessária e importante no processo de transparência da gestão do dinheiro público.

Nota da Coligação Araguaína Sem Parar
A Coligação Araguaína Sem Parar, do candidato Ronaldo Dimas, classificou como “infundadas” as denúncias apresentadas no Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre as obras da Via Lago, futuro cartão postal da cidade.A Coligação disse estranhar que essas denúncias sejam realizadas em vésperas das eleições municipais e acredita que são motivadas por pessoas inconformadas com o volume de obras do prefeito Ronaldo Dimas.

“O candidato à reeleição ainda diz que acha positiva a vinda dos técnicos do TCE para que comprovem a forma transparente com que faz, não só essa, mas todas as obras de Araguaína, buscando materiais de qualidade e preços justos, respeitando cada centavo investido, com obras feitas para durar”, finaliza a nota.

Comentários pelo Facebook: