Sobral – 300×100
Seet

Técnicos fiscalizam atendimento do CRAS em Xambioá, Muricilândia, Santa Fé do Araguaia e Tocantinópolis

Agnaldo Araujo -
Foto: Carlessandro Souza
A visita ocorrerá nesta terça-feira (20)

Uma equipe da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas) visitará, a partir desta terça-feira (20), os municípios de Tocantinópolis, Xambioá, Muricilândia e Santa Fé do Araguaia. Nesses municípios será realizada a segunda etapa das ações de acompanhamento in loco, de apoio e assessoria aos gestores e técnicos sobre as demandas de pactuação no cumprimento das metas de desenvolvimento dos Centro de Referências de Assistência Social (Cras).

O acompanhamento da execução dos serviços socioassistenciais nos 139 municípios tocantinenses é uma das atribuições do Governo do Estado, por meio da Setas.  “Além do trabalho permanente realizado na sede da secretaria estadual, as equipes técnicas ligadas ao órgão também percorrem os municípios para verificar in loco a qualidade dos serviços prestados nas áreas da Proteção Social Básica, Cadastro Único e Programa Bolsa Família (PBF). Nosso objetivo é aperfeiçoar o atendimento nos Cras que são a porta de entrada para os usuários da assistência social”, pontuou a gerente do Sistema Único de Assistência Social e Programas Especiais da (Setas), Halana Magalhães.

A agenda de monitoramento iniciada no dia 12 de junho, contemplou os municípios de Ponte Alta do Tocantins, Lagoa do Tocantins e Aparecida do Rio Negro. Até a segunda quinzena do mês de julho, mais 10 municípios definidos por meio de levantamento realizado pela equipe da Setas serão visitados com a mesma finalidade.

Monitoramento

As visitas de monitoramento são um instrumento fundamental para percepção clara dos serviços da área de assistência social no local e permitem a orientação adequada para o alcance dos objetivos e metas previstos. Além disso, possibilitam a identificação de eventuais falhas, a revisão de decisões, a racionalização de recursos públicos e, consequentemente, um redirecionamento das ações.

Comentários pelo Facebook: