Sobral – 300×100
Seet

Terceirização da iluminação pública de Araguaína rende debate acalorado entre Jorge, Valderez e Elenil

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Jorge diz que licitação tem "cartas marcadas" e Valderez clama por retirada de projeto

Por Rubens Gonçalves – De Palmas

Os deputados estaduais de Araguaína debateram nesta quarta-feira (08/06) a proposta de terceirização dos serviços de iluminação pública da cidade, bem como possíveis aumentos na contribuição que é cobrada dos moradores. Puxado por Jorge Frederico (PSC), as discussões dominaram boa parte da sessão matutina.

Jorge Frederico e Valderez Castelo Branco (PP) criticaram o possível aumento e a terceirização. “O que eles querem é uma forma de se perpetuar do poder. Para isso estão montando um circo armado”, disse Frederico, acrescentando que a licitação para do serviço já teria “cartas marcadas”.

Já a ex-prefeita Valderez fez um apelo para que o prefeito Ronaldo Dimas (PR) retire da Câmara Municipal os projetos. “Espero que o prefeito tenha a sensibilidade de retirar essas matérias, sobretudo a terceirização. É um apelo que eu faço como cidadã araguainense”.

“Mãe da taxa” de iluminação

Mas o clima esquentou de verdade quando o Elenil da Penha chamou Valderez de “mãe da taxa” de iluminação da cidade, por ter sido a prefeita que instituiu a cobrança. Porém, a parlamentar retrucou afirmando ser, de fato, “mãe” e “pai” da taxa, mas com ressalva. “Fiz, respeitando a lei federal [que trouxe diretrizes gerais sobre o assunto], e se fosse prefeita faria de novo.”

Eleições 2016

As discussões sobre a taxa de iluminação e quase todos os assuntos envolvendo a “bancada de Araguaína” tem a ver com as eleições municipais deste ano. Não é demais lembrar que Valderez Castelo Branco e Jorge Frederico são pré-candidatos a prefeito da cidade; Olyntho Neto (PSDB) deve apoiar um dos dois; e Elenil da Penha é aliado do prefeito Ronaldo Dimas.

Comentários pelo Facebook: