Sobral – 300×100
Seet

Tocantins 29 anos: ‘Eficiência diminuiu e a boa gestão sumiu’, afirma deputado

Agnaldo Araujo - |
Foto: Diretoria de comunicação
Os comentários dos deputados foram em sessão no Plenário da Assembleia

O aniversário de 29 anos do Tocantins, comemorado nesta quinta-feira (05), foi lembrado pelos deputados durante sessão na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (04). O parlamentar Paulo Mourão (PT) criticou os rumos tomados pelo Estado. “A eficiência diminuiu e a boa gestão sumiu. O Estado da livre iniciativa e da justiça social virou isso?”, questionou, em alusão ao slogan de um dos mandatos de Siqueira Campos.

Depois de citar números do desequilíbrio fiscal do Tocantins, Mourão defendeu a necessidade de uma “correção de rumos” e de uma “sacudida no Estado”.

Já o deputado Eduardo Siqueira Campos (DEM) recordou a destacada liderança do ex-governador Siqueira Campos no processo, primeiro como deputado federal constituinte, depois como governador do Estado por quatro mandatos.

Sobre o futuro do Tocantins, Eduardo observou que, mais importante do que discutir pessoas, é debater ideias. “Nomes temos vários, mas precisamos é de um projeto que nos una”, disse, em alusão à eleição do ano que vem. O deputado lamentou ainda que há anos o Estado não dispõe de uma bancada federal unida para defender seus interesses em Brasília.

Contra o desprestígio da classe política, o deputado José Augusto (sem partido) recordou que Palmas foi fundada por políticos. Já o parlamentar Osires Damaso (PSC) elogiou a decisão de Siqueira Campos de construir uma nova capital na margem direita do rio Tocantins. “Foi para tirar essa região do abandono, pois estas terras não tinham valor”, comentou.

Otimista, a líder do Governo, deputada Valderez Castelo Branco (PP), afirmou que devemos comemorar a data com orgulho. “O Tocantins cresceu em todos os índices. Passamos a ter bens e serviços antes só disponíveis nos grandes centros. A renda per capta cresceu sete vezes e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) passou de 0,611 para 0,699. Cabe a nós reconhecer o trabalho”, concluiu Valderez.

Comentários pelo Facebook: