Sobral – 300×100
Seet

Trio tenta jogar drogas e celulares para dentro de cadeia e acaba preso no TO

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação/SSP
O trio pretendia arremessar drogas e aparelhos celulares para dentro da Cadeia de Colinas

Três pessoas foram presas quando pretendiam arremessar drogas e aparelhos celulares para dentro da Cadeia de Colinas do Tocantins, no final da tarde da última quarta-feira (29/06). A ação de inteligência foi realizada pela equipe de Policiais Civis da 7ª Delegacia Regional da cidade.

Lucivânia da Silva Sousa, e seu esposo, Hagamenon Pereira da Silva, ambos de 26 anos de idade, e Leonardo Benevuto da Silva, de 20 anos, foram detidos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Conforme a delegada regional Olodes Maria Oliveira Freitas, responsável pelo caso, após um minucioso trabalho de investigação, os policiais civis da 7ª DRPC descobriram que Minervino Neto Marinho, vulgo “Neto Gago”, 35 anos de idade, o qual já se encontrava preso, em Colinas, desde o dia 15 de junho pelo crime de tráfico de drogas, pediu a sua esposa, que mora em Nova Olinda, que mandasse para ele, por intermédio de Lucivânia, dois parelhos celulares, carregadores, chips, cartão de memória e certa quantidade de maconha.

O preso também teria orientado para que Lucivânia fosse até Colinas e entregasse o material solicitado a Leonardo Benevuto, o qual ficaria responsável por arremessar os objetos para dentro da unidade prisional. No entanto, antes que o plano fosse concretizado, os policiais civis, que já vinham monitorando os passos dos suspeitos, abordaram e realizaram a prisão dos três, quando os mesmos se encontravam em frente à agência da Caixa Econômica Federal, com os referidos objetos.

Após os procedimentos cabíveis, Lucivânia, Hagamenon e Leonardo foram recolhidos à carceragem da Cadeia Pública de Colinas, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. Neto Gago, também foi indiciado, novamente e, como já se encontrava preso, responderá a mais um inquérito por tráfico de drogas. (Fonte – SSP).

Comentários pelo Facebook: