Seet
Sobral – 300×100

Troncos e galhos de árvores serão transformados em energia no Tocantins

Agnaldo Araujo -
Foto: Ascom
As galhadas vão ser incineradas em Gurupi

Geralmente, o material acumulado com a poda das árvores da zona urbana é jogado em aterros, lixões ou lugares inapropriados. Pensando nisso, a prefeitura de Gurupi, no sul do Tocantins, resolveu fazer algo diferente: os troncos e galhos das árvores vão ser incinerados e servirão de combustível, alimentando os fornos de uma cerâmica local.

O Termo de Cooperação entre a prefeitura e a empresa Teto Telhas Tocantins já foi assinado para que as galhadas e outros materiais vegetais oriundos de podas na área urbana sejam reaproveitados.

De acordo com o prefeito Laurez Moreira, Gurupi respeita o meio ambiente e ainda fortalece as empresas que se oferecem para serem parceiras. “A prefeitura tem adotado um conjunto de ações que reforçam nosso compromisso com o manejo correto dos resíduos sólidos, por meio de uma destinação moderna e ecologicamente correta. Temos buscado parceiros e colaboradores que estão fazendo de Gurupi uma cidade melhor e sustentável”, reforçou Laurez.

O diretor da empresa, Mozair Dias, parabenizou a prefeitura por abrir espaço para a sociedade colaborar com a cidade. “Nossa missão é gerar emprego, energia e diminuir o impacto ambiental”, afirmou.

Termo de Cooperação

De acordo com o secretário da Produção, Cooperativismo e Meio Ambiente, Antônio Carlos Pakalolo, “a Prefeitura de Gurupi ficará responsável pelo recolhimento e entrega do material vegetal verde (galhadas, ramos, troncos, folhas e palmeiras) geradas durante a atividade de poda, de segunda a sexta feira, das 8h as 18h e no sábado das 8h as 13h”.

A Cerâmica Teto ficará responsável pelo recebimento, tratamento e queima dos resíduos, assim como realizar a cubagem do material a cada remessa recebida. “Temos de ter consciência ambiental e procurar alternativas para melhorar o meio ambiente e o uso mais adequado para esse tipo de material”, finalizou o diretor de Políticas Públicas, Jonas Barros.

Foto: Ascom
Reunião da prefeitura com a empresa

Comentários pelo Facebook: