Seet
Sobral – 300×100

‘Um crime inaceitável arrancar R$ 45 milhões de Araguaína’, afirma Jorge Frederico

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Deputado estadual Jorge Frederico (PSC)

“Araguaína teve uma perda gigantesca. Eu não aceito essa tese de que Palmas pode ter grandes obras e o interior não. O interior precisa de obras de qualidade, assim como a capital”. Esse foi o desabado e a revolta do deputado Jorge Frederico (PSC) após Araguaína perder R$ 45 milhões dos recursos previstos para duplicação da TO-222.

A manobra espúria e traição contra Araguaína foi aprovada durante a madrugada de quinta-feira (31) em sessão na Comissão de Constituição e Justiça, que é presidida por Olyntho Neto (PSDB).

Durante discurso, Jorge argumentou a importância e extrema necessidade da duplicação da rodovia, mas foi voto vencido.

“O que fizeram com a capital econômica do Tocantins foi um crime. Arrancaram R$ 45 milhões de uma obra que seria de primeiro mundo numa cidade que merece porque contribuiu e contribui com o Tocantins. O que fizeram é inaceitável”, lamentou Jorge.

O deputado ainda criticou alguns parlamentares que não conhecem a realidade de Araguaína e se manifestaram contra o projeto de duplicação.

 “Vocês precisam ir lá e conhecer a realidade da TO-22. Deputado Osires Damaso disse que lá não tem índice de acidentes. Lamentavelmente, o deputado não conhece aquela rodovia. Poderia fazer um passeio lá e conhecer a região. Ninguém foi lá ver o que é o projeto, a duplicação. Nem sabem o que representa essa obra de verdade para arrancar R$ 45 milhões de Araguaína. É um absurdo”, desabafou Jorge Frederico.

Com a emenda, dos R$ 86,5 milhões que estavam previstos para Araguaína, restou apenas R$ 41 milhões. Os R$ 45 milhões retirados da cidade serão destinados ao pagamento de emendas parlamentares dos deputados.

VÍDEO

VEJA MAIS…

Na calada da noite, deputados retiram R$ 45 milhões de Araguaína para pagar emendas

Comentários pelo Facebook: