Seet
Sobral – 300×100

‘Uma porcaria de governador. Criminoso’, dispara Amastha contra Marcelo Miranda

Redação -
Foto: Adilvan Nogueira
Prefeito Carlos Amastha (esq.) e o governador Marcelo Miranda (dir.)

A novela Carlos Amastha (PSB) versus Marcelo Miranda (PMDB) teve mais um episódio na última segunda (04), na posse da nova diretoria metropolitana dos pessebistas. Em seu discurso, durante o evento, o prefeito de Palmas criticou a atual gestão do Estado e fez uma previsão sobre o que possivelmente espera os tocantinenses em 2018, sem citar as eleições.

O gestor começou descrevendo a experiência que teve em suas recentes viagens ao Bico do Papagaio. Conforme o atual prefeito da Capital, em suas visitas, os tocantinenses do norte do Estado mostraram-se muito insatisfeitos com a velha política.

Também indignado, Amastha aproveitou a oportunidade para dizer o que pensa a respeito. “Eu sinceramente não tenho mais paciência. Tremendos caras de pau. Uma porcaria de um governador que vem e fala ‘tem que respeitar minha história’. Qual história, infeliz? Criminoso. O quanto roubou, roubou, roubou e continua roubando. Tem que respeitar o povo que o elegeu”, disparou.

Neste mesmo discurso, o prefeito defendeu o seu desejo para o Tocantins. Em sua opinião, o Estado deve viver o que o aconteceu em Palmas. “Essa é nossa obrigação, nosso objetivo, tem que ser nossa paixão. Fazer essa grande transformação”, disse.

Em seguida, Amastha voltou a reforçar o que pensa a respeito da tradicional política tocantinense e sobre como o PSB deve se portar diante da oposição. O prefeito acredita que o caminho é longo e pesado e que mais uma vez, o partido terá que enfrentar o ‘grupo’. “Novamente vamos ter todos contra a gente”, afirmou ironizando a forte concorrência que para ele é “gostosa”.

(Com informações do Portal CT)

Comentários pelo Facebook: