Seet
Sobral – 300×100

Valderez comemora aprovação das contas de 2005 no TCE: “tenho garantia da minha administração”

Redação AF - |
Foto: Ullisses Holanda
Ex-prefeita Valderez Castelo Branco (PP).

A deputada estadual e candidata a prefeita de Araguaína, Valderez Castelo Branco (PP), comemorou a decisão favorável obtida no Tribunal de Contas do Estado (TCE), no último dia 03 de agosto, que acatou seu pedido de revisão das contas referentes ao ano de 2005.

As referidas contas tinham sido “julgadas irregulares” e agora estão “aprovadas com ressalvas”. Entre as falhas, o TCE verificou déficit financeiro na ordem de R$ 1,3 milhão na Prefeitura de Araguaína, correspondente a apenas 1,81% da receita arrecadada naquele ano, montante “inexpressivo” segundo o conselheiro Vagner Praxedes.

“Eu tinha certeza que estava tudo correto. Graças a Deus foi julgado e aprovado por unanimidade. Não teve um parecer desfavorável pelos técnicos. Não tinha nada irregular. Foi um voto [do conselheiro] de 17 páginas que dirimiu todas as dúvidas”, comemorou Valderez, que administrou Araguaína por oito anos, de 2001 a 2008.

A ex-prefeita disse que não ficou preocupada quando soube que seu nome estava na lista de gestores com contas julgadas irregulares, pois tem “garantia de sua administração”. “Não me preocupou, pois tudo era coisa simples. Na época foram solicitados alguns documentos pelo TCE, mas não foram apresentados tempestivamente para dirimir as dúvidas. Eram itens técnicos, não tem nada de desvio, suborno ou corrupção. Fico feliz e tenho garantia da minha administração”, afirmou Valderez.

A candidata ressaltou também que todas as contas consolidadas de sua gestão já foram aprovadas por unanimidade na Câmara Municipal.

Campanha eleitoral

Com a ficha limpa, Valderez afirmou que está começando sua campanha eleitoral e fazendo de tudo para conciliar as duas coisas. “Estou começando, sou deputada e sou candidata. Estou fazendo de tudo para fazer as duas coisas. Assoviar e chupar cana. Tem greve dos servidores para mediar, edital do concurso da Polícia Militar para ser lançado, votação da proposta que aumenta a idade máxima para ingresso na PM para 35 anos, entre outros”, destacou.

Para a deputada, “prefeito é um legitimo representante do povo e precisa de humildade”. Valderez também defende o fortalecimento da educação infantil e da habitação. “Fiz quase 5 mil casas na minha gestão e o povo não pagou nada. Isso de tirar pessoas de áreas de risco e dar uma casa do programa Minha Casa Minha Vida é errado. Tem que ter um programa com recursos próprios para essas pessoas”, defendeu.

Comentários pelo Facebook: