Vereador Junior Geo propõe licença remunerada para mulheres vítimas de violência

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação/Ascom
O vereador propões a criação da lei em Palmas

Na sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o vereador professor Junior Geo protocolou um Projeto de Lei para manter o salário de servidoras que passem por qualquer situação de violência.

O projeto prevê o pagamento integral da remuneração à mulher vítima de violência que tenha vínculo empregatício com o município de Palmas, sem prejuízo das medidas de proteção e assistenciais previstas. “As homenagens precisam transcender as palavras. As mulheres necessitam de ações que contribuam e garantam seus direitos”, defendeu o parlamentar.

Junior Geo também relembrou a luta feminina pela igualdade. “As mulheres organizaram, transformaram e mostraram que um mundo mais justo é possível, sem exploração, sem discriminação, mais sustentável, com igualdade de gênero, etnia e classe”, explicou o vereador.

Membro da Comissão de Assuntos dos Direitos da Mulher, Junior Geo participou do início dos trabalhos do grupo de assuntos específicos ainda no seu primeiro mandato. “Sinto-me honrado em ser membro dessa comissão. Estou aqui para contribuir, aprender com as mulheres e lutar por uma sociedade mais justa e menos machista”, justificou.

Ainda durante a sessão, Junior Geo sugeriu ao presidente da Casa de Leis que em 2018, as esposas dos vereadores realizem a sessão solene. A proposta é de que elas discutam, presidam e discursem enquanto os vereadores assistem da tribuna de honra.

Comentários pelo Facebook: