Seet
Sobral – 300×100

Vereador pede ‘união das forças políticas’ de Araguaína para duplicação da TO-222

Agnaldo Araujo - |
Foto: AF Notícias
Edimar Leandro disse que é o momento da força de Araguaína se unir em prol da duplicação

Márcia Costa//AF Notícias

O vereador Edimar Leandro (PRP) fez duras críticas à emenda proposta pelos deputados estaduais que retirou 52% dos recursos que seriam investidos na duplicação da TO-222, no trecho entre Araguaína até o Distrito de Novo Horizonte. O projeto de duplicação inclui canteiros com jardinagem, ciclovias e iluminação pública, mas acabou sendo afetado com o corte de verbas.

O projeto do empréstimo de R$ 453 milhões do Governo do Estado previa inicialmente R$ 86,5 milhões para a duplicação, contudo, os deputados retiraram R$ 45 milhões dos recursos previstos para Araguaína.

Edimar Leandro criticou a manobra e ressaltou a importância da duplicação para o desenvolvimento econômico da região. O vereador lembrou aos deputados que o montante global inclui também a construção de uma ponte sobre o rio Lontra, além de bueiros e o pagamento de indenização aos proprietários de terras que serão impactados pela duplicação.

“Araguaína conta hoje com cinco representantes e força expressiva na Assembleia. Mas pelo jeito, mesmo com essa força, nossa cidade terá dificuldades em relação ao projeto de duplicação. Não teremos uma obra de qualidade. São 13 quilômetros até o Novo Horizonte, sem falar nas áreas que serão desapropriadas, a exemplo de moradores do Setor Barra da Grota. Já no Rio Lontra haverá mais uma ponte. Não esqueçam que essa região é nobre e de terras valorizadas. O alqueire custa cerca de R$ 120 mil. Portanto, a necessidade de R$ 86 milhões não é apenas para asfalto, mas para custear todos esses benefícios”, disse o vereador.

Para Edimar Leandro, esse é o momento das forças políticas de Araguaína se manifestarem e se unirem em prol do investimento total. “Os R$ 86 milhões são de extrema necessidade. É o momento de nos unirmos por Araguaína. Essa votação desfavorável à nossa cidade foi importante para que o povo conheça quem realmente nos representa na Assembleia”, afirmou.

O vereador ainda criticou a cota de R$ 3 milhões para o pagamento de emendas parlamentares. Por outro lado, Edmar parabenizou o deputado Elenil da Penha por abrir mão do valor.

“Quero parabenizar o deputado Elenil da Penha pela postura em abrir mão dos R$ 3 milhões. Os R$ 45 milhões retirados de Araguaína vão pagar as emendas dos deputados. Foi o único deputado de Araguaína que abriu mão. Um araguainense nato. Quem dera se os demais tivessem a mesma postura”, finalizou.

Leia mais…

Dimas pede que eleitores pressionem deputados e cobrem os R$ 86 milhões de Araguaína

Deputados põem fim à duplicação da TO-222 com retirada de R$ 45 milhões da verba

Comentários pelo Facebook: