Sobral – 300×100
Seet

Vereadores realizam sessão para tentar impedir fechamento de escola em Araguaína

Camylla Costa -
Foto: Divulgação
Pais e alunos lutam para que escola não seja fechada

Os vereadores araguainenses realizam hoje, às 14 horas, na Câmara Municipal, uma sessão especial para tratar sobre o fechamento da Escola Paroquial Sagrado Coração de Jesus, atendendo requerimento do parlamentar Alcivan José Rodrigues (PP).

Estarão presentes a diretora regional de Educação de Araguaína, Maria Florismar, o secretário municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Jorciley de Oliveira, a gestora da escola, Luisa Pontes, um representante dos pais de alunos da escola, Márcio de Oliveira, e a Associação de Apoio da Escola Paroquial, na pessoa de Ellen Prado.

Em seu requerimento, Alcivan justifica a necessidade da sessão ressaltando a importância da escola para Araguaína. Conforme expõe o vereador, em parceria com o Estado, o centro educacional sempre teve um papel de grande relevância na cidade e seu fechamento é motivo de comoção para a toda a sociedade araguainense.

ENTENDA 

Após mais de 60 anos prestando relevantes serviços à educação em Araguaína, a Escola Paroquial Sagrado Coração de Jesus será fechada no final de 2017. A decisão é do conselho que orienta as atividades da unidade e deixou pais e alunos preocupados. A unidade de ensino foi criada em 1955 e atualmente conta com cerca de 691 estudantes.

Segundo um comunicado emitido pelo diretor provincial da Congregação Orionita Pequena Providência, padre Josumar dos Santos, o motivo do fechamento é a  deterioração do prédio. “Tenho ciência de que o fechamento da Escola Paroquial Sagrado Coração de Jesus vai gerar tristeza em parte da população de Araguaína, mas por outro lado temos certeza de que a decisão visa preservar a integridade física de todos que frequentam a escola”, disse.

Requerimento apresentado pelo vereador

Comentários pelo Facebook: