Vice-governador diz que Carlesse tem “chance real” de vencer reeleição e preocupa opositores

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Vice-governador diz que governo está no caminho certo porque escolheu os parceiros certos

Nielcem Fernandes//AF Notícias

O vice-governador Wanderlei Barbosa (PHS) falou ao AF Notícias sobre as possíveis alianças que movimentaram o cenário político tocantinense nos últimos dias.

Para Wanderlei, os opositores derrotados na eleição suplementar, mesmo não concordando com os mesmos projetos políticos, estão se articulando para tentar barrar a reeleição de Mauro Carlesse (PHS).

“Nosso projeto para a eleição suplementar deu muito certo. Os números atestam que a chance de ganharmos as eleições em outubro, devido ao trabalho que estamos fazendo, é real. O que preocupou os opositores foi a nossa política de prioridades. Essas prioridades fizeram com que o nosso nome crescesse e isso incomodou os opositores, que se juntaram mesmo não tendo concordância com os mesmos projetos políticos. Nós não nos preocupamos com isso”, declarou.

Wanderlei disse que não há dúvidas de que o Governo está no caminho certo e acredita que uma grande coligação será construída para disputar a reeleição em outubro.

“Estamos no rumo certo porque procuramos os parceiros certos, aqueles que de fato se preocupam com o Tocantins. Em outubro faremos uma grande frente política partidária buscando aqueles que pensam como nós”, disse.

O vice-governador também afirmou que o trabalho realizado pelo governo terá como prioridade os municípios e a readequação das contas públicas. “Um dos pontos fortes do Governo é o trabalho imediato com os servidores públicos, um resgate de suas carreiras, valorizando e respeitando os limites de gastos com pessoal”, frisou.

Wanderlei Barbosa ainda disse que o Governo vai respeitar a legislação, mas também irá fazer com que o servidor seja valorizado. “Iremos construir um novo orçamento visando o que é prioritário para nosso Estado. Isso faz com que o crescimento do governador Carlesse seja visível”, concluiu.

Veja também…

Carlesse afirma que não vai demitir servidores, mas pretende reduzir secretarias para cortar gastos

Comentários pelo Facebook: