Vigilante é morto a tiros após discussão com comerciante na 307 norte em Palmas

Agnaldo Araujo - |
Foto: Rogério Tortola
O vigilante teria sido morto a tiros após ameaçar o dono do comércio com um facão

Nielcem Fernandes // AF Notícias

Um vigilante identificado inicialmente como Elvis foi morto por um comerciante na tarde dessa quinta-feira (7) em Palmas. O homicídio ocorreu na quadra 307 norte, antiga Arno 33.

Segundo informações do Orla Notícias, testemunhas disseram à polícia que a vítima e o comerciante, suspeito de ter cometido o homicídio, teriam discutido na noite anterior.

Na manhã desta quinta, Elvis teria voltado embriagado e armado com um facão na manhã para ameaçar o dono do comércio, identificado como João Goulart. A Polícia Militar foi acionada para acalmar os ânimos.

Ainda segundo testemunhas, a discussão continuou após a saída da PM e no início da tarde o corpo de Elvis foi encontrado nos fundos do comércio do suspeito com sinais de disparo de arma de fogo. O comerciante teria fugido do local após o ocorrido. Ainda não se sabe o que teria motivado a discussão entre os dois.

A Polícia Civil foi acionada e o corpo do vigilante foi encaminhado ao Instituto Médico Lega de Palmas. Elvis trabalhava como vigilante no Hospital Geral de Palmas (HGP).

Comentários pelo Facebook: