Seet
Sobral – 300×100

Vistoria do MPE encontra escola em situação precária, com falta de água encanada e sem energia elétrica

Redação AF -
Foto: Divulgação
A água na escola é servida para os alunos no filtro de barro

A escola municipal Alípio Batista localizada no povoado São Pedro, município de Almas (TO), está em situação precária. A escola não possui energia elétrica nem água encanada. Em decorrência disso, o banheiro não funciona, as salas de aula são iluminadas apenas pela luz solar e os ventiladores, entre outros equipamentos elétricos, não podem ser ligados.

A situação de precariedade foi constatada durante visita realizada pela Promotora de Justiça Luma Gomides de Souza, que, na última segunda-feira (22), instaurou inquérito civil para investigar as condições de funcionamento de todas as escolas públicas do município.

No dia da visita da representante do Ministério Público Estadual (MPE) à escola do povoado São Pedro, realizada no último dia 17, também não houve fornecimento de merenda aos alunos. E  conforme informações colhidas, quando existe, a merenda é de baixo valor nutricional. Como não há geladeira para conservação, nunca é servido nenhum tipo de carne, assim como frutas e verduras.

São fatos que comprometem o processo de aprendizado e desrespeitam o princípio legal de que a criança e o adolescente têm de ser tratados com absoluta prioridade pelo poder público”, avaliou a Promotora de Justiça.

A investigação quanto à situação das escolas públicas de Almas compreenderá uma inspeção técnica, a ser realizada pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Infância e Juventude (Caopij). Nela, serão avaliados diversos aspectos relacionados à qualidade do ensino, a exemplo da estrutura física das unidades de ensino, das condições do transporte escolar e da qualificação e condições de trabalho dos educadores.

Ao final da investigação, a Promotoria de Justiça tomará as medidas administrativas e judiciais que forem cabíveis.

Comentários pelo Facebook: