Voo irregular de Amastha e pouso em pista clandestina serão apurados pela ANAC

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Amastha chegando em Xambioá

Mais uma vez, o uso irregular de uma aeronave pelo prefeito licenciado de Palmas e pré-candidato a governador, Carlos Amastha (PSB), será investigado pela ANAC – Agência de Aviação Civil.

No dia 19 de janeiro, Amastha fez pré-campanha no município de Xambioá, norte do Estado, utilizando um avião não habilitado para táxi aéreo e ainda teria pousado e decolado em pista clandestina.

O avião King Air F90, utilizado por Amastha, está registrado na Anac na categoria de Serviço Aéreo Privado (TTP) e não como Táxi Aéreo (TPX), motivo pelo qual não poderia ser utilizado por terceiros mediante remuneração.

A aeronave está registrada em nome de uma empresa de Goiânia, a Commander Aeronaves, de propriedade do empresário João Alexandre Almeida Vieira.

Em nota à imprensa, a ANAC disse que vai apurar as duas irregularidades: 1 – transporte aéreo público irregular, e 2 – operação em aeródromo não homologado.

“Se ficar comprovado que houve descumprimento às normas de aviação civil, a Agência aplicará medidas cabíveis ao operador e ao piloto da aeronave”, diz a nota.

OUTRO CASO

Em setembro do ano passado, o prefeito Amastha também utilizou irregularmente uma aeronave numa viagem a Araguaína, pertencente a Rodrigo Siqueira Nogueira, empresário que mantém contratos com a prefeitura da Capital por meio da empresa RSN Logística.

A defesa do empresário – que é a mesma do prefeito – chegou a argumentar que a aeronave teria contrato com a JDF Locadora, que teria locado o avião ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), legenda do prefeito de Palmas. A empresa, porém, negou em nota qualquer relação comercial com o PSB, Amastha ou qualquer outro assessor.

A Anac questionou o episódio uma vez que aeronaves privadas não podem realizar voos a terceiros mediante remuneração.

Em outubro de 2017, Amastha, para evitar mais um problema envolvendo avião, cancelou, em cima da hora, uma viagem marcada para cumprir agenda no Bico do Papagaio.

(Com informações do CT)

Comentários pelo Facebook: