Wanderlei acredita em vitória governista no 1º turno e manda recado a adversários: ‘temos o couro duro’

Agnaldo Araujo - |
Foto: Nielcem Fernandes // AF Notícias
Durante convenção, Wanderlei disse que Carlesse pode vencer no primeiro turno

Nielcem Fernandes // AF Notícias

Em discurso na convenção do PHS, na tarde desse sábado (4), o atual vice-governador e candidato à reeleição, Wanderlei Barbosa (PHS) disse que o resultado da eleição suplementar é reflexo do desejo de mudança externado pelo eleitor e as pesquisas indicam uma vitória no primeiro turno na eleição de 7 de outubro.

“Agora é um momento novo. Temos a credibilidade do povo tocantinense. O povo acredita nesse novo projeto. Não é apenas um desejo de mudança, e o Carlesse representa isso. A você que veio nos ouvir, leve a mensagem que viram aqui hoje. A mensagem de alegria, de expectativa, de esperança e de compromisso. Vamos realizar uma eleição de primeiro turno. As pesquisas dizem que o Carlesse vai ganhar no primeiro turno”, proferiu.

O vice-governador disse que o governo enfrenta dificuldades e firmou o compromisso de construir um orçamento participativo.

Ninguém consegue mudar o Estado em apenas seis meses, principalmente por que não tivemos a oportunidade de construir nosso orçamento. Esse é um projeto nosso, de simplicidade. Iremos às ruas desse Estado para dizer ao povo que nós vamos melhorar a sua vida. Iremos discutir o nosso orçamento e incluir todos os tocantinenses nele. Não podemos mais fazer com que os tocantinenses sejam excluídos daquilo que é deles por direito”, declarou.

Wanderlei ainda avisou aos adversários que já tem ‘coro duro’ contra os ataques e denúncias, que foram frequentes durante a eleição suplementar.

“Nós temos o coro duro e já mostramos isso. Eles vão ficar batendo e jogando lama par ver se sobrevivem. Porque o Carlesse não mudou seu discurso, é do mesmo jeito. Ele respeita a história quando chama para participar de um projeto importante como esse do ex-governador Siqueira Campos. Ele respeita também os políticos emergentes que estão conosco e que acreditam em um Estado melhor”, afirmou Wanderlei.

Comentários pelo Facebook: