Sobral – 300×100
Seet

WhatsApp facilita trabalho de Juiz e advogados na Justiça do Trabalho e agiliza processos no Tocantins

Redação AF - |
Foto: Divulgação
WhatsApp facilita trabalho de Juiz e Advogados em Palmas além de agilizar processos na Justiça

A tecnologia a serviço de todos, facilitando o trabalho dos Advogados, do Juiz e de quem tem processos na Justiça do Trabalho. Assim está funcionando o WhatsApp na 2ª Vara do Trabalho em Palmas, sob o comando do magistrado Francisco Rodrigues de Barros.

O projeto é uma parceria do juiz com a Associação do Advogados Trabalhistas do Tocantins(ATAT) e a Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins(OAB-TO).

O magistrado está encaminhando despachos, fazendo consultas, fornecendo cópias de documentos e outros expedientes via esse canal de comunicação. “Debates já foram lançados e soluções concretas para alguns problemas foram vislumbradas”, ressalta.

O juiz conta que a ideia surgiu por ele ter verificado ser muito comum o advogado ficar aguardando o magistrado terminar a audiência para conversar sobre a agilização de um processo, cuja conversa poderia ser substituída por uma simples troca de mensagens virtuais.

De uma maneira geral, os advogados reagiram muito bem à ideia, observando-se que o canal também é adequado para opiniões e sugestões, bem como debate sobre matéria de interesse geral do judiciário trabalhista e da advocacia”, destaca o magistrado.

Francisco Barros explica que o canal substitui as longas esperas do advogado para conversar com o juiz, principalmente sobre processos, despachos, sentenças, alvarás, e outros expedientes, bem como evita, em muitos casos o deslocamento do advogado do seu escritório, às vezes situado em outra cidade, até o Foro Trabalhista.

“O despacho é requerido pelo advogado, assim como diversos outros procedimentos. Além disso, tanto o despacho como outros expedientes, podem ser encaminhados para o advogado pelo WhatsApp”, detalha o juiz.

Vantagens

Usuária do canal de comunicação criado pelo magistrado, a advogada Keyla Márcia Gomes Rosal destaca que a iniciativa “é inovadora”. “Certamente, isso facilita o trabalho dos advogados que militam na Justiça do Trabalho, trazendo uma prestação jurisdicional mais célere, em prol do jurisdicionado e da própria Justiça. A OAB/TO se coloca à disposição para colaborar no que for preciso”, destaca a advogada.

Comentários pelo Facebook: