Workshop gratuito ensina cabeleireiros a identificar câncer no couro cabeludo

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Workshop gratuito para cabeleireiros de Araguaína

O cabeleireiro é o profissional que mais tem acesso ao couro cabeludo das pessoas e consegue vê-lo com amplitude. Por isso, ele pode salvar a vida de clientes se souber identificar sinais de um possível câncer de pele nessa região na fase inicial. Segundo o médico que atende em dermatologia, Silvestre Júlio, essa patologia tem grandes chances de cura se diagnosticada no início.

“Isso vale para todo os tipos de câncer. Assim, convidamos os profissionais cabeleireiros para um workshop de orientação sobre as características clínicas do câncer de pele no couro cabeludo”, afirma o médico. O evento é gratuito e tem vagas limitadas.

Workshop

Com o tema “Como identificar possível câncer de pele no couro cabeludo?”, o encontro vai acontecer no dia 21 de março (segunda-feira), às 16 horas, na Clínica Suprema, em Araguaína (Avenida Tocantins, 704 – St. Anhanguera).

Diagnóstico precoce

De acordo com uma pesquisa divulgada pela BBC Brasil, quando o câncer de pele se desenvolve no couro cabeludo tende a ser mais perigoso do que o câncer de pele localizado em outra região. Os estudos indicam que ele normalmente é mais espesso e tem mais chances de desenvolver ulcerações.

Além disso, os cientistas destacam que o fato de estar escondido pelo cabelo faz com que ele seja identificado mais tarde e isso pode impedir ou retardar a cura. (Singular Comunicação)

Comentários pelo Facebook: