Seet
Sobral – 300×100

Xambioá pode ficar sem recolhimento de lixo após vereadores rejeitarem projeto

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
Os servidores seriam contratados para recolher o lixo da cidade

A Câmara Municipal de Xambioá rejeitou um projeto de lei de autoria do Executivo Municipal que autorizava a contratação de até 25 funcionários por tempo determinado para atender a demanda da limpeza urbana do Município. O projeto foi votado durante sessão na última segunda-feira (12).

Segundo a prefeitura, a contratação visava solucionar o problema da falta de pessoal para trabalhar na coleta de lixo na cidade. Moradores questionaram a decisão dos parlamentares. Votaram contra a proposta os vereadores Eudo Araújo, Élson Bujica, Dondom, Albertino Pereira e Raimundo Fidélis. Já os favoráveis foram Adriana Gomes, Paulo Lucena, Jardel Rocha e Irmão Edson.

A vereadora Adriana Gomes afirmou que o projeto era ‘muito importante’ para Xambioá. “Infelizmente, Xambioá perdeu com a não aprovação desse projeto“, comentou.

A prefeitura chegou a realizar licitação com o objetivo de contratar empresa para executar a limpeza pública, porém, uma empresa desclassificada denunciou ao Ministério Público Estadual a exigência de um atestado de capacidade técnica feita pelo edital do certame. Em razão disso, a própria prefeitura passou a recolher o lixo urbano.

O projeto proposto pela prefeita Patrícia Evelin previa a contratação de pessoal com remuneração de um salário mínimo e jornada de oito horas diárias.

A prefeitura argumentou que “costumeiramente o Município de Xambioá contrata empresas terceirizadas para a realização desses serviços de limpeza, e agora está atuando no sentido de sanar esse problema e regularizar os serviços o mais rápido possível”.

Comentários pelo Facebook: