Araguaína

Nomeação da 'nova' diretoria do IMPAR apimenta debates na Câmara de Araguaína

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

13/03/2018 12h06 - Atualizado há 1 semana
Márcia Costa//AF Notícias  Os vereadores de Araguaína travaram debates acalorados durante as sessões de segunda e terça-feira (12 e 13) para discutir e referendar a nomeação da nova diretoria do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Araguaína (Impar) - órgão responsável pela aposentadoria e benefícios previdenciários dos servidores públicos efetivos do município. A nova diretoria é composta por Carlos Murad - presidente; João Pedro Miranda dos Reis - diretor financeiro; e Osanan Moura dos Santos - diretor administrativo. Todos são indicados pelo prefeito Ronaldo Dimas (PR). Carlos Murad já foi presidente do Impar de 2013 a 2016 e saiu em fevereiro de 2017 para assumir o cargo de chefe de gabinete do prefeito. João Pedro já ocupa o cargo atualmente. Com exceção dos vereadores Carlos Silva e Silvano do Picolé, todos os outros parlamentares votaram favoráveis à nomeação da nova diretoria. Silva justificou o voto contrário alegando a existência de uma dívida superior a R$ 100 milhões da Prefeitura junto ao Impar. Ele também criticou os membros em relação à falta de representatividade em defesa dos servidores. "Toda vez que essas pessoas estiveram aqui, tentaram nos convencer de que os parcelamentos eram bons para o município. Em nenhum momento sequer foi demonstrada preocupação a longo e médio prazo, ou as consequências orçamentárias para os servidores. Também não houve defesa dos servidores, e sim do Executivo", criticou Carlos Silva. O parlamentar também criticou os gastos com aluguel do prédio onde funciona o instituto. Segundo ele, nenhum representante se interessou até agora em construir a sede própria do Impar. "Com tantas áreas públicas e não há até agora nenhuma área para o Impar. Foi publicado no Diário Oficial do Município o contrato de aluguel de R$ 402 mil até o ano de 2023. A economia está em crise, mas não é isso que tenho observado", argumentou. Já o vereador Terciliano Gomes defendeu os novos integrantes da diretoria do órgão. "Eu vejo que Carlos Murad agiu com responsabilidade enquanto esteve no Impar", disse.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.