Araguaína

Três ruas do setor Morada do Sol I ficam sem asfalto e moradores pedem apoio à Câmara

Moradores pediram a ajuda dos parlamentares.

Por Redação 762
Comentários (0)

23/10/2020 10h10 - Atualizado há 1 mês
Moradores pediram ajuda dos vereadores

Moradores do Setor Morada do Sol I, em Araguaína, usaram a tribuna da Câmara de Vereadores, durante a sessão de terça-feira (20), para pedir apoio dos parlamentares e manifestar indignação por não terem sido contemplados pelas obras de pavimentação asfáltica que estão sendo realizadas na região.

Em discurso, representando a comunidade do bairro, o morador Welton Moura disse que as obras de infraestrutura executadas pela prefeitura só contemplaram os setores vizinhos.

O recurso das obras é fruto de um financiamento internacional no valor de 54 milhões de dólares junto à CAF – Corporação Andina de Fomento, mais de 200 milhões de reais.

"Os setores Ana Maria e Morada do Sol III receberam um projeto de pavimentação asfáltica.  E o Morada do Sol I, que tem apenas três ruas, 8, 9 e 10, ficou de fora de projeto de pavimentação. O asfalto hoje passa a 10 metros da porta da minha casa, mas infelizmente não fomos contemplados. A gente gostaria de contar com a ajuda dos parlamentares”, pediu o morador.

Em resposta, o vereador Professor Delan (PSDB) disse que a Câmara tem a preocupação de atender a comunidade. “A nossa grande dificuldade é a execução, porque depende do Poder Executivo e o senhor tem toda razão de vir aqui e cobrar, justamente para reforçar esses pedidos do Legislativo".

"Essa Casa de Leis tem procurado ecoar a voz da população com responsabilidade sobre essa situação. Vai sobrar recurso da CAF e que possa ser feito um aditivo", disse o parlamentar Terciliano Gomes (PSD), sugerindo que ainda é possível que o setor seja incluído nas obras. 

O líder do prefeito na Câmara, Gideon Soares (SD), enfatizou que é possível intermediar junto ao prefeito Ronaldo Dimas para que o Morada do Sol I seja incluído nas obras de infraestrutura. "Realmente, quando faltam apenas duas ou três ruas, eu acho que podemos, sim, tentar ver junto ao Executivo Municipal a possibilidade de contemplar essas ruas. Eu acredito que independente da questão de moradores, o poder público tem de fazer a sua parte", reiterou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.