Apelo da comunidade

Vereador Wagner Enoque cobra prazo para retirada de lixão a céu aberto no setor Ana Maria

O assunto foi debatido com secretários municipais na Câmara.

Por Márcia Costa
Comentários (0)

19/03/2020 16h50 - Atualizado há 2 meses
LIxão a Céu Aberto no setor Ana Maria

A Câmara de Vereadores de Araguaína reuniu moradores do Setor Ana Maria e secretários municipais para discutir a situação do lixão a céu aberto que existe no bairro há mais de 20 anos.

Marcaram presenças os secretários de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Júnior Marzola, e da Infraestrutura, Simão Moura Fé. A audiência ocorreu durante a sessão de terça-feira (17). 

Os moradores relataram a falta de segurança e de infraestrutura e pediram uma solução definitiva para o lixão localizado na Rua José Rodrigues.

A professora Viviane dos Santos disse que os moradores sempre procuram a prefeitura para solucionar o problema, mas recebem apenas a reposta de que uma equipe será enviada ao setor para verificar a situação.

"Verificar o quê? Se os moradores estão clamando por uma solução. Minha casa está do outro lado do lixão, está isolada. O IPTU este ano foi mais de R$ 500. Minha casa foi roubada duas vezes. O descaso do Poder Público com o setor está demais. Não precisamos de equipe para ver o lixo, precisamos para resolver o problema", desabafou a professora.

O vereador Wagner Enoque afirmou que conhece de perto a situação dos moradores e cobrou dos secretários uma data exata para solucionar de vez a reivindicação da comunidade.

"Muitas pessoas foram enganadas naquela região. Muitos buscam uma moradia e às vezes pagam o preço por isso. É importante tratar de políticas públicas sobre moradia. Não culpo os gestores anteriores, mas eles deixaram muito a desejar. Temos que trabalhar com datas e prazos, pois essa situação precisa ser resolvida e nós, vereadores, seremos cobrados por isso", disse o parlamentar.

O secretário de Infraestrutura, Simão Moura Fé, reconheceu que o problema não é pequeno, mas será solucionado.

“Quero salientar que o bairro está na programação [de obras com recursos da CAF], muitos falam em pavimentação e esquece a drenagem, esgoto e sinalização. Tudo está planejado e será efetivado. A opção de retirada do lixo pode ser parcial, mas não integral, pois não há recurso para isso. Mas existem outras soluções a serem aplicadas no local. A expectativa é que as obras de saneamento comecem no final de maio, e com isso problemas surgirão, e serão solucionados em tempo”.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.