Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Eleições 2020

Eduardo Gomes define apoios em Palmas e Gurupi, mas segue em silêncio sobre Araguaína

O senador está marcando presença em muitos colégios eleitorais.

Por Redação 760
Comentários (0)

08/10/2020 15h25 - Atualizado há 1 semana
Eduardo Gomes

Líder do Governo Bolsonaro no Congresso Nacional, o senador Eduardo Gomes (MDB) declarou apoio à candidata escolhida do Palácio Araguaia em Gurupi, a ex-deputada federal Josi Nunes (Pros). Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o senador exalta a história do pai da candidata, enquanto prefeito, na luta separatista do Tocantins, e também seus laços políticos com Josi Nunes. 

Gomes prometeu ir, em breve, a Gurupi para reforçar o seu apoio presencialmente. “Conte com o meu apoio, com o meu abraço e com o trabalho do nosso gabinete para desenvolver a cidade de Gurupi e o Estado do Tocantins”, declarou o senador.

No mesmo vídeo, o senador cita a destinação de recursos da ordem de R$ 17 milhões para Gurupi nos últimos dois anos. “Respeito os amigos em Gurupi e, o meu respeito maior, é pela cidade. Por isso, sem sombra de dúvidas, no ano de 2019 e 2020, destinei recursos significativos como o do Espaço da Cidadania que é uma obra no valor de R$ 12 milhões; R$ 5 milhões para ampliação do Ceasa; recursos para a saúde e tantas outras obras”, enfatizou.

Sem dúvidas, trata-se de um apoio de peso. Se Josi já contava com o governador Mauro Carlesse (DEM), a declaração de apoio de Gomes, neste momento, coloca de vez, fogo na disputa pelo comando de Gurupi.

Senador vem tecendo, aos poucos, sua teia de alianças

Eduardo Gomes vem mostrando a cada dia a força de sua liderança e articulação política, algo que há muito tempo não se via no Tocantins, talvez desde o ex-senador João Ribeiro. O tempo afastado da política, em razão da intragável derrota de 2014, certamente lhe fez refletir. 

Gomes chegou ao Senado em 2019 e, rapidamente, ocupou espaços, tornando-se membro da Mesa Diretora e, logo após, líder do governo federal no Congresso Nacional. Um cargo jamais ocupado por um político tocantinense. Nos bastidores comenta-se, inclusive, que caso o STF barre a reeleição de David Alcolumbre, o senador tocantinense seria o candidato natural do governo Bolsonaro para presidir o Senado. 

Nas eleições de 2020 – a primeira depois de eleito senador – Gomes está marcando presença em muitos colégios eleitorais, principalmente nos maiores.

Na convenção de Cinthia Ribeiro (PSDB), em Palmas, o senador participou de forma virtual e reafirmou seu apoio, declarando também a adesão do MDB metropolitano – que estava acéfalo após a desistência de Raul Filho. Poucos dias depois, Gomes conseguiu emplacar seu irmão como candidato a vice de Cinthia, após a renúncia de Lucas Meira (DEM)

Em Araguaína, a manifestação de apoio ao seu escolhido deve ser divulgada em breve

Já em Araguaína, a situação é bem pouco mais complexa. Eduardo Gomes tem uma relação política estreita com o prefeito Ronaldo Dimas, mas seu partido, o MDB, tem candidato próprio na cidade, o deputado Elenil da Penha.

Apesar de familiares e aliados do senador estarem apoiando a candidatura de Wagner Rodrigues (SD), é possível que Eduardo Gomes decida ficar neutro para não se indispor com o seu próprio partido, embora a neutralidade não seja uma característica sua. É aguardar os próximos dias.

Josi Nunes tem apoio de Gomes e também do governador Carlesse

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.