Porto Nacional

Garoto de programa que matou técnico de futebol é condenado a 12 anos de prisão

Os dois discutiram e o técnico foi morto com golpes de faca no rosto, ombro e pescoço.

Por Redação 2.248
Comentários (0)

26/11/2018 18h02 - Atualizado há 2 anos
Matheus Rodrigues Ramos

Ex-jogador do Interporto, Matheus Rodrigues Ramos foi condenado a 12 anos de prisão pela morte do técnico de futebol Armando Martins de Almeida Filho, conhecido como ‘Armandinho’.

A sentença do Tribunal do Júri de Porto Nacional saiu nesta segunda-feira (26). O crime ocorreu no dia 05 de novembro de 2017.

Matheus Rodrigues estava na casa de Armando, no Bairro Cruzeiro do Sul, em Porto Nacional, os dois começaram a discutir e o ex-jogador desferiu um violento golpe contra o técnico.

Armando ficou inconsciente e o ex-jogador, aproveitando a situação, desferiu golpes de faca no rosto, no ombro e no pescoço do técnico, provocando sua morte.

Matheus confessou o crime e relatou que iniciou um relacionamento com o técnico cinco anos antes, aos 15 anos, quando jogava no Interporto. Após o fim do contrato com o time, o ex-jogador se tornou garoto de programa e a discussão com Armando aconteceu em função da recusa do técnico em pagar por um programa.

De acordo com a sentença, Matheus foi condenado por homicídio qualificado por motivo torpe e deverá cumprir 12 anos de prisão, em regime fechado, na Cadeia Pública de Porto Nacional.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.