Sistema Prisional

Grávida fica algemada a banco de delegacia por falta de veículo para fazer transferência

Por Mara Santos
Comentários (0)

22/03/2016 11h14 - Atualizado há 1 semana
Uma mulher grávida, presa por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, ficou mantida por mais de 24h algemada pela perna a um banco da Central de Flagrantes da Polícia Civil (PC) em Araguaína, aguardando a transferência para a Cadeia Feminina de Babaçulândia, a 60 km de distância. A demora teria acontecido devido à falta de veículo. A mulher, de 23 anos, foi presa na tarde da última segunda-feira (21/03), em Santa Fé do Araguaia. Segundo a Polícia Militar (PM), ela e um rapaz de 18 anos foram avistados em atitude suspeita e, ao serem abordados, teriam confessado que aguardavam uma pessoa para receber uma quantia em dinheiro, referente à venda de drogas. A dupla estaria hospedada num hotel da cidade. O local foi revistado e nele foram encontrados quatro tabletes pequenos de substância análoga à maconha, 12 pedras semelhantes ao crack, além de dois aparelhos celulares. Os dois suspeitos e a droga apreendida foram apresentados na Central de Flagrantes, onde foram autuados por tráfico. O rapaz foi conduzido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA) e, somente no final da tarde de terça-feira, a Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça informou que a transferência da mulher para a unidade feminina foi providenciada. A jovem só foi transferida por volta das 5h da tarde desta terça-feira (23).

Comentários (0)

Mais Notícias

Lagoa da Confusão

Morador de rua é suspeito de matar colega quatro dias depois de sair da prisão

Conforme a Polícia Civil, Lucilo Soares demonstrou total frieza ao narrar os fatos.

Região norte

Polícia Civil prende principal suspeito de matar idoso a facadas em Xambioá

O idoso foi morto no dia 21 de julho e o suspeito tinha fugido para a cidade de São Geraldo do Araguaia, no Pará.

Acidente fatal

Mulher morre em colisão entre motocicleta e carro no centro de Araguaína

O acidente ocorreu na esquina da Avenida Castelo Branco com a rua Rui Barbosa. A mulher morreu na hora.

Em Araguaína

Em vídeo, mulher desmente boato que viralizou nas redes sociais em Araguaína

Um áudio afirmava que a mulher simulava pedir esmola para dois homens armados assaltar os moradores.

Crime bárbaro

Acusado de matar homem e comer fígado assado é condenado a 12 anos em Palmas

O crime ocorreu em agosto de 2011, na Colônia de Pescadores do Setor Taquari, nas proximidades do Lago de Palmas.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.