Luto

Malu da Tapioca morre após vários dias internada na UTI do Hospital Regional de Araguaína

O irmão da vítima disse que ela foi vítima de agressões covardes.

Por Márcia Costa 19.538
Comentários (0)

13/01/2020 07h39 - Atualizado há 6 dias
Malu da Tapioca era muito conhecida na cidade

A autônoma Marcleya Pereira de Moraes, a Malu da Tapioca, faleceu na madrugada desta segunda-feira (13) em Araguaína após ser internada desacordada e com vários hematomas pelo corpo.

Malu foi internada no dia 31 de dezembro e desde então estava em coma na UTI do Hospital Regional. O irmão dela confirmou a morte e informou que o corpo será velado no Centro Comunitário do Bairro São João, a partir das 10 horas. 

Marclaiton Pereira, irmão da vítima, agradeceu a solidariedade, orações e afirmou que sua irmã foi vítima de agressões covardes e espancamento por parte do próprio companheiro, Jairo Gomes.

"A pancada na nuca, com algum objeto de ferro ou madeira, provocou um coagulo de sangue que a fez desmaiar. Com a tomografia no dia 1º de janeiro, às 3h da manhã, foi descoberto que além desse coágulo, ela estava com aneurisma, ou seja, as veias estavam fracas e interrompeu com fragilidade. Mas tudo causado por uma pancada forte na nuca, covarde, de Jairo Gomes Lima. Ele arrastou minha irmã e torturou. Acredito no nosso Poder Judiciário, na Polícia Civil e no Ministério Público. Precisamos de esclarecimentos e explicações", disse.  

Foi o próprio companheiro de Malu que a levou até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) alegando que ela teve fortes dores de cabeça e caiu.

O caso está sendo investigado em sigilo pela Polícia Civil.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.