Operação Marcapasso

Operação da PF no Tocantins contra fraudes em licitações na saúde cumpre 137 mandados

Por Redação AF
Comentários (0)

07/11/2017 07h46 - Atualizado há 1 semana
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (7) a operação Marcapasso para investigar um esquema de corrupção que fraudava licitações na área da saúde no Tocantins. Segundo a polícia, o objetivo era a aquisição de medicamentos como órtese, prótese e materiais especiais de alto custo para o sistema de saúde. O Plansaúde é um dos alvos da operação. Cerca de 330 policiais federais cumprem mandados judiciais, sendo 12 mandados de prisão temporária, 41 de condução coercitiva contra empresários e 84 mandados de busca e apreensão nos estados de Mato Grosso, Tocantins, Distrito Federal, São Paulo, Goiás, Paraná, Bahia, Ceará, Pará, e Mato Grosso do Sul. Todos os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Criminal Federal de Palmas. A investigação começou quando os sócios da empresa Cardiomed Comércio e Representação de Produtos Médicos e Hospitalares LTDA-EPP foram presos em flagrante por terem fornecido à Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais que estavam com prazos de validade de esterilização vencidos. Segundo a PF, depois das prisões foi descoberto um esquema de corrupção destinado a fraudar licitações do Estado do Tocantins, por meio do direcionamento de licitações. As investigações apontam que o esquema beneficiava empresas, médicos e empresários do ramo, e ainda funcionários públicos da área de saúde.

Comentários (0)

Mais Notícias

Região norte

Polícia Civil prende principal suspeito de matar idoso a facadas em Xambioá

O idoso foi morto no dia 21 de julho e o suspeito tinha fugido para a cidade de São Geraldo do Araguaia, no Pará.

Acidente fatal

Mulher morre em colisão entre motocicleta e carro no centro de Araguaína

O acidente ocorreu na esquina da Avenida Castelo Branco com a rua Rui Barbosa. A mulher morreu na hora.

Em Araguaína

Em vídeo, mulher desmente boato que viralizou nas redes sociais em Araguaína

Um áudio afirmava que a mulher simulava pedir esmola para dois homens armados assaltar os moradores.

Crime bárbaro

Acusado de matar homem e comer fígado assado é condenado a 12 anos em Palmas

O crime ocorreu em agosto de 2011, na Colônia de Pescadores do Setor Taquari, nas proximidades do Lago de Palmas.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.