Tocantins

Organização criminosa guardava drogas em tonéis subterrâneos no Tocantins

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

21/12/2016 15h19 - Atualizado há 2 meses
Uma das maiores organizações do narcotráfico no Tocantins, desmontada durante a Operação Horus, da Polícia Civil e Ministério Público Estadual, armazenava as drogas em tonéis subterrâneos em uma propriedade rural no município de Porto Nacional, sul do Estado. A informação foi repassada pelo delegado titular da Delegacia Especializada de Repressão a Narcóticos (DENARC), Guilherme Rocha. Conforme o delegado, o grupo criminoso contava com pelo menos 40 pessoas. As drogas saíam de Goiânia, eram armazenadas e depois distribuídas em Palmas e em outras cidades do Tocantins. Na operação, foram expedidos 59 mandados judiciais, dentre eles 21 mandados de prisão preventiva, 19 mandados de prisão temporária e 19 mandados de busca e apreensão em Palmas e no interior do Estado, além de outras cidades nos Estados de Goiás, Sergipe e Bahia. As investigações começaram há doze meses, quando foi preso o chefe da quadrilha, Antônio Gomes Boaventura, em Paraíso. O delegado Guilherme Rocha ainda informou que ao longo deste um ano, estima-se que a organização criminosa tenha movimentado quase quatro toneladas de drogas no Estado. Durante a operação, a Polícia Civil conseguiu apreender 268 quilos de maconha, 19,85 quilos de crack e 2,35 quilos de cocaína. A articulação O delegado titular da DENARC contou que, além do chefe Antônio Gomes Boaventura, que atualmente encontra-se recolhido na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPP), o grupo criminoso contava com pelo menos outras 40 pessoas. “As drogas vinham de Goiânia e eram armazenadas em tonéis subterrâneos em uma propriedade rural de Antônio, localizada em Porto Nacional. De lá, ela era distribuída na Capital e outros municípios do interior do Estado”, afirmou o delegado. A partir de ações pontuais no decorrer do ano e prisões de algumas pessoas, a Polícia Civil pôde fazer conexões e ligações que identificaram os membros da organização. “O grupo era bem organizado e cada um dos integrantes atuava em distintas partes na ação criminosa, tais como núcleo financeiro, núcleo de transporte, núcleo de segurança armada e núcleo de armazenamento e venda”, comentou o delegado. Cada um dos membros atuava em um ou mais núcleos, sendo que todos eram coordenados por Antônio Gomes Boaventura. “As drogas eram vendidas em todas as regiões de Palmas, para todas as classes sociais”, completou o delegado. Ação conjunta A operação ocorreu com apoio da Diretoria de Inteligência da SSP; Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE); Delegacia Especializada em Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DERFRVA); 4ª e 5ª Delegacia de Polícia de Palmas,; Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Palmas, Gurupi e Araguaína (DEIC, DEIC SUL e DEIC NORTE); Delegacia de Polícia de Cristalândia; 2ª Delegacia de Polícia de Porto Nacional; 7ª Delegacia Regional de Colinas (7ª DRPC) e Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER). Leia também  http://afnoticias.com.br/operacao-desarticula-uma-das-maiores-organizacoes-do-narcotrafico-no-tocantins/

Comentários (0)

Mais Notícias

Aragominas

Jovem que degolou homem bêbado causava pânico no norte do Estado, diz polícia

A vítima foi assassinada na segunda-feira (12) após passar o final de semana ingerindo bebida alcoólica.

Prisão

Sedutoras, mulheres pediam carona para roubar caminhoneiros no norte do Estado

As mulheres já são conhecidas pela prática criminosa e usam todas as artimanhas.

Araguaína

Homem é preso duas vezes tentando furtar o mesmo supermercado em Araguaína

Dois comparsas também foram presos em flagrante dando cobertura para o furto.

Aragominas

Homem é preso suspeito de aterrorizar e tentar estuprar mulheres no meio da rua

O suspeito disse à polícia que 'galanteava' as mulheres só quando estava bêbado.

Ressocialização

Detentos aprendem a fazer blocos de concreto na própria prisão e reduzem pena

Os artefatos, inicialmente, serão utilizados na melhoria da estrutura da unidade.

Em 2017

Homem é preso suspeito de matar o avô da esposa a pauladas após discussão

O crime teria sido motivado em razão de supostos maus-tratos que a bisneta estaria sofrendo.

Barra da Grota

Seciju tenta identificar celular utilizado para filmar homenagem a bandido morto

O vídeo mostra vários supostos integrantes do PCC reunidos no Presídio Barra da Grota em homenagem ao criminoso.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.